A partir da meia-noite local (22h00 em Lisboa) deste sábado, as mulheres da Arábia Saudita já podem conduzir. É um dia histórico. A proibição de décadas de as mulheres conduzirem foi banida naquele que era o único país do mundo onde só os homens podiam conduzir.

As mulheres estão finalmente ao volante. “Estou a sentir-me muito animada. Estou repleta de sentimentos positivos e muito feliz”, descreveu Tahani Desmani, mãe de cinco filhos, à Sky News enquanto conduzia pela primeira vez um carro.

Isto significa muito para nós mulheres sauditas. Isto dá-nos mais liberdade, independência e poder”, disse Tahani Desmani à Sky News.

A medida foi anunciada em setembro do ano passado, através de um decreto real do rei Salman mas não foi implementada de imediato. Na altura, a Arábia Saudita não tinha um sistema preparado para ensinar mulheres a conduzir imediatamente nem para emitir licenças. Desde então, as mulheres têm vindo a ter aulas de código da estrada e de condução. As primeiras licenças para mulheres começaram a ser emitidas apenas no início deste mês de junho.

A medida faz parte do programa Vision 2030, anunciado em de abril de 2016 pelo príncipe herdeiro Mohammad bin Salman. O programa visa diversificar a economia da Arábia Saudita e desenvolver setores de serviços públicos como saúde, educação, infraestrutura e turismo.

Arábia Saudita vai autorizar as mulheres a conduzir