Tecnologia

Portuguesa tem a melhor tese de doutoramento da Europa. É um feito inédito

23.187

A tese de Margarida Carvalho foi considerada a melhor da Europa. A investigadora aplica a teoria dos jogos à troca de rins entre hospitais. É a primeira vez que um português vence a distinção.

A investigadora portuguesa Margarida Carvalho, ao centro, a receber o prémio

DR

A tese de doutoramento de Margarida Carvalho foi considerada a melhor da Europa. A jovem investigadora portuguesa foi premiada com o EURO Doctoral Dissertation Award na área de investigação operacional. A distinção representa o reconhecimento de dissertações de doutoramento consideradas excecionais na área da investigação operacional (IO). É a primeira vez que um português vence este prémio.

A tese escrita por Margarida Carvalho, e orientada por João Pedro Pedroso e Andrea Lodi, foi realizada no âmbito do doutoramento em Ciência dos Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) e leva o nome “Computation of equilibria on integer programming games”. O trabalho cruza duas áreas científicas — otimização combinatória e teoria dos jogos.

Na tese foi, pela primeira vez, formulado um jogo para modelar programas de trocas de rins envolvendo hospitais de vários países. O que conseguimos concluir foi que o jogo tem boas propriedades do ponto de vista do bem-estar social. Quer isto dizer que quando as entidades se comportam de forma mais racional, ou seja, concentrando-se apenas no seu benefício individual, o número de pacientes com insuficiência renal que recebe um transplante é maximizado”, explica Margarida Carvalho.

A investigadora é antiga colaboradora do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e agora docente na Universidade de Montreal (Canadá).

Além do programa de trocas de rins, existem outras aplicações para o modelo proposto pela investigadora portuguesa: “A grande vantagem está na combinação de uma área que permite aumentar o coeficiente de otimização de uma empresa, como é a otimização combinatória, mas ao mesmo tempo conseguir prever respostas da concorrência, como é a área da teoria dos jogos”, lê-se ainda na nota.

O prémio em causa foi criado em 2003 com vista a distinguir contribuições de estudantes de doutoramento ou cientistas que tenham menos de dois anos de experiência desde a conclusão do doutoramento na área da investigação operacional.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)