A UEFA sancionou o Marselha com um jogo à porta fechada na Liga Europa, depois de os adeptos do clube terem causado uma série de distúrbios em vários jogos da competição durante a época que agora terminou.

Os gauleses vão ter ainda de pagar 100 mil euros. O Marselha, onde joga o português Rolando, foi também avisado de que, se os problemas persistirem nas duas próximas épocas, pode ser excluído das competições da UEFA.

Os adeptos do Marselha cometeram desacatos na final da Liga Europa, disputada (e perdida) contra o Atlético de Madrid, em Lyon. Também houve distúrbios nos encontros com os alemães do Leipzig e os austríacos do Salzburgo. A comissão disciplinar da UEFA fala em diversos “atos de vandalismo”, como o uso de bastões e lançamento de objetos para o campo, que atrasaram o início de mais do que um jogo.

Depois do castigo, o primeiro encontro que o conjunto do sul de França disputar em casa com adeptos, terá os topos despidos. É nesta zona onde se concentram os mais radicais.