Ginástica

Filipa Martins ambiciona ser finalista na Ginástica Artística em Glasgow

A ginasta portuguesa Filipa Martins quer ser finalista nos Campeonatos Europeus de Ginástica Artística Feminina em Glasgow, e contribuir para uma boa prestação do coletivo nacional.

ANDRE PICHETTE/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

A ginasta portuguesa Filipa Martins quer ser finalista nos Campeonatos Europeus de Ginástica Artística Feminina que esta quinta-feira começam em Glasgow, e contribuir para uma boa prestação do coletivo nacional. Concentrada nas provas de paralelas assimétricas e trave, a ginasta assume pretender chegar às fases finais, tendo em conta que “os treinos correram bem”, disse à agência Lusa na cidade escocesa.

A ginasta do Sport Clube do Porto, 37.ª no Rio2016, a melhor classificação na ginástica artística olímpica portuguesa, está ainda a recuperar de uma operação feita em janeiro ao tornozelo direito. Mesmo assim, em junho terminou na quarta posição a final de trave na Taça do Mundo de ginástica artística, disputada em Guimarães, depois de ter conquistado a prata nas paralelas assimétricas na mesma competição.

Apesar dos objetivos individuais e da ambição de ir aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a ginasta de 22 anos está consciente do objetivo coletivo, que é o de somar pelo menos 147 pontos. A delegação de ginastas seniores inclui Mariana Marianito, do Lisboa Ginásio Clube, que vai competir em saltos, trave e solo, e que espera obter uma boa classificação para a equipa.

“Apoiamo-nos umas das outras, somos unidas, o que é importante”, vincou. Presente pela quarta vez em campeonatos europeus, Mariana Pitrez, do Acro Clube da Maia, vai disputar saltos, paralelas assimétricas e trave, enquanto que as estreantes Leonor Silva e Beatriz Dias concorrem em solo e em saltos, paralelas e solo, respetivamente.

Se Leonor Silva vê estes campeonatos como um degrau na ascensão a provas mundiais, já Beatriz Dias pensa em obter o estatuto de estudante atleta que lhe proporcione condições favoráveis de acesso à universidade, dentro de dois anos. “Gostava de ser pediatra”, confessou a ginasta de 17 anos.

A delegação portuguesa inclui ainda a júnior Beatriz Cardoso, de 15 anos, apurada em junho para os Jogos Olímpicos da Juventude 2018, que se irão realizar em outubro, em Buenos Aires, o que elevou as expectativas do Presidente da Federação de Ginástica de Portugal, João Paulo Rocha.

“É uma jovem que teve evolução assinalável nos últimos anos e espera-se que consiga algo de relevo. Se olharmos para a qualificação, podemos pensar que pode ir à final”, adiantou. O dirigente assume como objetivo repetir pelo menos o 16.º lugar na classificação por equipas conquistado em 2016 no Europeu de Ginástica Artística Feminina.

Os Campeonatos Europeus de Ginástica Artística Feminina decorrem entre esta quinta-feira e domingo no recinto SSE Hydro, enquanto que os Campeonatos Europeus de Ginástica Artística Masculina têm lugar ente 9 e 12 de agosto. Ambos fazem parte dos campeonatos da Europa de seis modalidades que decorrem em Glasgow entre esta quinta-feira e 12 de agosto, que além da ginástica inclui ciclismo, natação, remo, triatlo e golfe e nos quais participam, no total, 60 portugueses.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)