Rádio Observador

Séries

House of Cards. É oficial: Frank Underwood está morto

A personagem de Kevin Spacey na série da Netflix está morta, revela novo trailer. Especulava-se que seria este o fim para Frank Underwood, depois de o ator ter sido acusado de assédio sexual.

Em novembro de 2017 a Netflix rompeu relações com Kevin Spacey depois deste estar envolvido num escândalo sexual

©Netflix

“Digo-te isto, Francis. Quando me enterrarem, não será no meu quintal”. A frase é de Claire Underwood, interpretada pela atriz Robin Wright, no trailer promocional de House of Cards, que foi divulgado esta quarta-feira. Depois de a Netflix ter cortado relações com o ator Kevin Spacey  — por alegadamente ter assediado um jovem de 14 anos, em 1986 — este foi o fim para a personagem que o norte-americano interpretava na série.

[o trailer em que a atriz Robin Wright fala para a campa de Frank Underwood, que era personagem principal na série]

Não há mais informação quanto ao destino dado a Frank Underwood e os guionistas estão a manter o suspense quanto à série que vai estrear em novembro. Em janeiro, dois meses depois de o escândalo sexual que envolvia Kevin Spacey ter vindo a público, a Netflix anunciou que retomaria a série para uma sexta e última temporada, passando a ter como personagem principal a mulher de Francis, Claire Underwood. Contudo, nunca tinha revelado que destino daria à personagem.

Kevin Spacey era um dos mais bem sucedidos atores de Hollywood — ganhou dois Óscares: um de melhor ator e outro de melhor ator secundário –, até ter sido acusado de assédio, em outubro de 2017. Depois de o ator Anthony Rapp ter afimar que este o seduziu quando tinha apenas 14 anos, Kevin Spacey viu a sua carreira terminar. No dia da acusação, Spacey publicou no Twitter um pedido de desculpas e, além de dizer que não se lembrava da situação, aproveitou para dizer que “agora vivia com um homem homossexual”.

O comunicado foi recebido com inúmeras críticas e levou a que várias produtoras cessassem os contratos com o ator, que foi despedido de “House of Cards”. Após as alegações de Rapp, outras pessoas afirmaram que Spacey as tinha agredido sexualmente, o que levou a fosse investigado pela polícia em inúmeros outros casos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mmachado@observador.pt
Crónica

Museológica da batata /premium

Tiago Dores

Somos um povo com inclinação para a filosofia, com dotes de abstracção tão bons, tão bons, que acabamos por ser mais fortes a discorrer sobre museus imaginários do que a visitar museus reais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)