Futebol

Portugal goleia no Liechtenstein e continua na corrida ao Europeu de sub-21

A seleção portuguesa de futebol de sub-21 manteve-se esta quinta-feira na corrida à fase final do Europeu da categoria de 2019 ao golear fora o Liechtenstein por 9-0.

MANUEL FERNANDO ARAUJO/EPA

Autor
  • Agência Lusa

A seleção portuguesa de futebol de sub-21 manteve-se esta quinta-feira na corrida à fase final do Europeu da categoria de 2019, ao golear fora o Liechtenstein por 9-0, no seu nono e penúltimo encontro no Grupo 8 de apuramento.

Em Vaduz, a formação comandada por Rui Jorge, que assumiu provisoriamente o comando do agrupamento, resolveu o encontro na primeira parte, com um autogolo de Noah Graber, no minuto inicial, e tentos de Heriberto, aos 27, e João Filipe, aos 45.

Na segunda parte, Heriberto foi o protagonista, alcançando o póquer com tentos aos 46, 62 e 90+2 minutos, com Diogo Gonçalves, aos 58, de grande penalidade, Diogo Jota, aos 84, e Gil Dias, aos 90+1, a completarem a goleada.

Portugal soma agora 19 pontos, contra 18 da Roménia, que pode voltar ao comando na sexta-feira, se vencer em casa o País de Gales, num jogo que tem em atraso, e também 18 da Bósnia-Herzegovina.

Na terça-feira, a formação das quinas recebe os bósnios, no Funchal, e basta-lhe o empate para garantir o segundo lugar, sendo que o primeiro, e respetivo apuramento direto, não deverá fugir aos romenos, que, no mesmo dia, são anfitriões do Liechtenstein.

Caso seja segundo, Portugal precisa de ser um dos quatro melhores, entre os nove grupos de qualificação, para se qualificar para os play-offs, que apuram os últimos dois finalistas — juntam-se aos vencedores dos agrupamentos.

Nas contas para os melhores segundos, só são somados os resultados com primeiro, terceiro, quarto e quinto, sendo que, batendo os bósnios, Portugal totalizaria 16 pontos, que devem chegar para ser um dos quatro melhores. Mesmo 14 podem bastar.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
África do sul

África do Sul – Que Futuro?

Jaime Nogueira Pinto

Em vésperas de eleições, a República da África do Sul vive dias instáveis, entre a democracia e a cleptocracia. E radicalização de um ANC em quebra eleitoral pode por em causa os equilíbrios do regime

Governo

A famiglia não se escolhe? /premium

Alberto Gonçalves
364

Se ainda não se restringiu o executivo aos parentes consanguíneos ou afins do dr. Costa, eventualidade que defenderia com empenho, a verdade é que se realizaram amplos progressos na área do nepotismo

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)