O Juke, modelo de entrada na gama crossover da Nissan, deverá ser renovado em 2019 com a introdução de uma nova geração, para fazer frente à crescente concorrência que tem vindo a surgir neste subsegmento e que tem levado o construtor nipónico a perder terreno nas vendas. O pequeno SUV vai ser uma das estrelas do stand da Nissan no Salão de Tóquio, cujas portas abrem entre 11 e 13 de Janeiro, não por aí apresentar a nova geração, mas sim por substituir as rodas por lagartas. Ou seja, o ‘velho’ Juke com um ‘velho’ visual, pois este recurso às lagartas está longe de ser uma novidade na Nissan.

Em Fevereiro do ano passado, para o Salão de Chicago, o fabricante japonês presenteou-nos com um exemplar único do desportivo 370Z, que recorria praticamente à mesma fórmula, substituindo as rodas do eixo traseiro por lagartas e trocando as da frente por esquis. Para ser funcional, o exercício foi um pouco mais longe, obrigando não só a um aumento da altura ao solo em mais 8 cm, mas também à reformulação dos sistemas de suspensão e de travagem do desportivo, entre outras mexidas.

Recuando mais um pouco, encontramos outra proposta da Nissan capaz de passar por cima de tudo. Foi em 2015, para apoiar um evento da marca na Finlândia, que o fabricante pegou num Juke Nismo RS e criou um agressivo veículo de neve. Como não poderia deixar de ser, com lagartas – nesse caso, da marca American Track Truck. Por este caminho, ou as lagartas são fixes ou há aqui uma certa fixação por parte da Nissan… Certo é que, visualmente, o resultado não deixa de ser espectacular – como convém, aliás, para dar nas vistas num salão de tuning e de acessórios.