Incêndios

Incêndios. Comissão independente apressa Proteção Civil a concluir remodelação e pede critérios “muito exigentes”

140

Relatório do Observatório Técnico Independente para os incêndios insiste para que Proteção Civil apresse a atual remodelação, mas também sublinha que critérios de seleção têm de ser "muito exigentes".

O relatório foi concluído em dezembro de 2018 e divulgado esta terça-feira

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

O Observatório Técnico Independente sobre a avaliação do sistema nacional de proteção civil para o combate aos incêndios florestais defendeu no seu relatório final que a Proteção Civil deve “dispor de critérios muito exigentes para a escolha e nomeação de novos Comandantes” e apressa aquela entidade a concluir “prontamente” a sua remodelação, de forma a “não perturbar a preparação do dispositivo para o ano de 2019”.

O relatório, que foi concluído em dezembro de 2018 e divulgado no site da Assembleia da República esta terça-feira, inclui ainda outra recomendação para que seja reformulado e melhorado o corpo de sapadores florestais (ESF) no continente, à semelhança do que já acontece na Região Autónoma da Madeira. O relatório alerta ainda que a transferência de formação dos atuais elementos das ESF do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) para o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) levou uma perda de “know-how prático e operacional” e a uma “profunda alteração na formação dos elementos”.

Organigrama dos organismos e instituições responsáveis pelo combate aos incêndios florestais.

No que toca às ESF, refere ainda que o facto de os elementos desta força especializada receberem salário mínimo e a falta de reconhecimento profissional “contribuem para a falta de atratividade da profissão”. O relatório aponta que “na sua larga maioria” os membros das ESF têm idades superiores a 35 anos e permanecem em média 5 anos na profissão.

Sobre os corpos de bombeiros, vulgo bombeiros voluntários, o relatório do Observatório Técnico Independente apela à criação de um programa nacional de promoção e incentivo ao voluntariado e defende também a instituiççao de contratos de desenvolvimento a celebrar entre o Estado central e os municípios que detêm corpos de bombeiros próprios, de forma a auxiliar no seu desenvolvimento e sustentabilidade.

O relatório recomenda ainda a afirmação do ICNF como Autoridade Florestal Nacional “em todas as matérias florestais e em todos os regimes de propriedade, de acordo com o estabelecido na lei”. Além disso, é sublinhado que o ICNF “deve assumir uma atitude mais ativa e interventiva junto das populações e das OPF [Organizações de Produtores Florestais], e não meramente reativa após os incêndios rurais”.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jadias@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)