Automobilismo

Félix da Costa abandona em Marraquexe e perde liderança do campeonato de Fórmula E

António Félix da Costa (BMW) perdeu o comando do campeonato de Fórmula E, após um incidente na segunda prova, em Marraquexe, o ter forçado a abandonar.

ANTONIO MIL-HOMENS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

António Félix da Costa (BMW) perdeu este sábado o comando do campeonato de Fórmula E, após um incidente na segunda prova, em Marraquexe, o ter forçado a abandonar quando liderava a corrida de carros elétricos.

O piloto português embateu no muro do circuito marroquino, depois de ter sido apertado pelo companheiro de equipa, o britânico Alexander Sims, quando liderava a corrida a dez minutos do final.

Félix da Costa partiu do sexto lugar na sequência de uma penalização sofrida na sessão de qualificação da manhã, mas subiu a terceiro ainda na primeira volta, depois de um arranque marcado por um toque do francês Jean Eric Vergne (DS) no britânico Sam Bird.

Seis minutos depois da largada, o piloto português ascendeu ao segundo posto ao ultrapassar Alex Sims. Aos 15 dos 45 minutos previstos (mais uma volta), o piloto português conquistou a liderança ao ultrapassar Sam Bird.

Com os principais rivais atrasados, Félix da Costa preparava-se para dilatar a vantagem no campeonato, mas a dez minutos do final, quando Sims tentou a ultrapassagem, o português falhou a travagem e embateu de frente no muro de proteção do circuito. A corrida do português terminou aí.

Com esta desistência, o homem da BMW caiu para o terceiro posto, com 28 pontos, ficando a 12 do novo comandante, o francês Jerôme D’Ambrosio (Mahindra), vencedor da prova marroquina.

A próxima ronda disputa-se dentro de duas semanas, no dia 26, em Santiago do Chile.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Governo

2019 no mundo e em Portugal

Inês Domingos

Vinte anos depois do calendário, passada a crise, 2019 é o ano em que política, social e economicamente entramos realmente no novo século. Este Governo está aflitivamente impreparado para o enfrentar.

Política

O Povo é sempre o mesmo

Pedro Barros Ferreira

Trump e Bolsonaro não apareceram de gestação expontânea, antes pela sementeira criada pelos partidos e políticos que nada fazem, mas que dizem que tudo deve mudar para que, afinal, tudo fique na mesma

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)