A bolsa de Lisboa encerrou esta quarta-feira com uma ligeira descida de 0,08% no índice PSI20 (4.998,62 pontos), penalizado pelas quedas acima de 2% da Ibersol e da Galp. Das 18 cotadas que integram o PSI20, 10 desceram e oito subiram. A Ibersol liderou as perdas e caiu 2,80% para 8,34 euros e a Galp recuou 2,34% para 14,19 euros.

Ainda nas principais descidas, a Pharol caiu 1,73% para 0,18 euros, a EDP Renováveis cedeu 1,32% para 7,86 euros e a Sonae Capital perdeu 0,80% para 0,86 euros. Com desvalorizações mais baixas terminaram a Sonae SGPS (0,88 euros), a Mota-Engil (1,72 euros), a Corticeira Amorim (9,47 euros), a Jerónimo Martins (11,73 euros) e a EDP (3,06 euros).

Em sentido contrário, a Altri somou 2,48% para 6,61 euros, o BCP registou uma valorização de 2,42% para 0,25 euros e a Ramada Investimentos avançou 1,29% para 7,85 euros. Com subidas inferiores ficaram a NOS (5,45 euros), a REN (2,54 euros), os CTT (3,06 euros), a Navigator (3,97 euros) e a Semapa (14,62 euros).

No resto da Europa, Londres desceu 0,47%, um dia depois de o acordo sobre o Brexit (saída britânica da União Europeia) ter sido rejeitado no parlamento, mas as outras bolsas europeias terminaram em terreno positivo, com Madrid a somar 0,71%, Paris 0,51% e Frankfurt 0,36%.

O parlamento britânico reprovou na terça-feira de forma expressiva o acordo sobre o Brexit negociado pelo Governo da primeira-ministra Theresa May com Bruxelas, com 432 votos contra e 202 a favor. Após ser conhecida a derrota do Governo conservador de Theresa May, o líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, apresentou no parlamento uma moção de censura que será votada esta quarta-feira.