A estação do Colégio Militar/Luz do Metropolitano de Lisboa vai ser alvo de uma intervenção estrutural de conservação e reabilitação, para melhorar a acessibilidade dos utilizadores, anunciou a empresa.

Em comunicado, a transportadora explicou que a intervenção na estação, integrante da linha Azul do metro (entre a Reboleira e Santa Apolónia), deve estar concluída no final do ano e contempla a reabilitação estrutural para tratamento das infiltrações, do sistema de bombagem, limpeza, pinturas e instalação de dois elevadores.

O investimento estimado para esta intervenção é de cerca de 2,6 milhões de euros, disse à Lusa fonte da empresa.

“A estação Colégio Militar/Luz foi inaugurada em outubro de 1988, datando mais de 30 anos. Constatando-se uma estação de elevado movimento, a mesma vem apresentando, especialmente nos últimos anos de exploração, algumas patologias estruturais que, numa lógica de manutenção preventiva, importam igualmente corrigir”, justificou o Metropolitano de Lisboa.

“Os trabalhos foram programados de forma a minimizar eventuais constrangimentos que possam ser causados aos clientes, pelo que a circulação dos comboios será efetuada com toda a normalidade sem qualquer interrupção decorrente da obra”, asseguram.