FC Porto

Iker Casillas. “Tudo controlado por aqui, um susto grande, mas com as forças intactas”

14.726

O guarda-redes do FC Porto sofreu um enfarte do miocárdio durante o treino e deve falhar o resto da temporada. Casillas já partilhou uma foto sua, acamado no hospital, onde diz estar tudo bem.

O espanhol de 37 anos está no FC Porto desde 2015

© Twitter

Iker Casillas sofreu esta quarta-feira um enfarte do miocárdio e deve falhar o resto da temporada. Numa nota oficial, o FC Porto já confirmou o internamento e garantiu que o guarda-redes “está bem”. Casillas deu entrada no Hospital CUF Porto depois de se ter sentido mal durante o treino da equipa orientada por Sérgio Conceição, foi submetido a um cateterismo cardíaco e permanece internado mas não corre perigo de vida.

Na conta de Twitter, o guarda-redes partilhou, já ao final do dia, uma fotografia sua: Iker Casillas surge acamado, de polegar levantado e sorriso no rosto. “Tudo controlado por aqui, um susto grande, mas com as forças intactas”, lê-se na legenda. Durante a tarde já tinha enviado uma mensagem aos familiares e amigos, segundo avançou o jornal espanhol A Marca, onde assegurava estar “tranquilo”. A mensagem de telemóvel diz apenas: “Estou tranquilo”.

Também a mulher de Iker Casillas, Sara Carbonero, partilhou uma fotografia nas redes sociais onde ao lado do guarda-redes do FC Porto. Na storie partilhada na sua conta de Instagram, a ex-jornalista escreve: “Como me dizia hoje uma grande amiga, a vida tem às vezes esta estranha maneira de nos lembrar de celebrar cada batimento. Muitíssima obrigada por todas as demonstrações de carinho e preocupação. Felizmente tudo não passou de um susto.”

“Iker Casillas sofreu um enfarte agudo do miocárdio durante o treino da manhã desta quarta-feira, realizado no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival. A sessão de trabalho foi prontamente interrompida para ser prestada assistência ao guarda-redes do FC Porto, que se encontra neste momento no Hospital CUF Porto. Casillas está bem, estável e com o problema cardíaco resolvido”, pode ler-se na nota divulgada pelo FC Porto no site oficial do clube. Nas redes sociais, os dragões também já enviaram uma mensagem de força a Iker Casillas.

“Iker Casillas ensinou-nos durante toda a sua carreira profissional a superar os mais incríveis desafios para engrandecer a glória do nosso clube. Ensinou-nos que rendermo-nos não cabe na nossa filosofia de vida e demonstrou-nos incontáveis vezes que ser mais forte quanto mais duro for o desafio é o caminho para alcançar a vitória. O Real Madrid e o madridismo desejam ver o seu eterno capitão recuperado o quanto antes e enviam-lhe todo o ânimo do mundo”, pode ler-se na nota divulgada no site do clube espanhol.

O antigo médico do FC Porto, Domingos Gomes, assegurou ao Diário de Notícias que a equipa médica do clube é rigorosa e que Iker Casillas “não voltará a por um pé no relvado sem que seja seguro”. Domingos Gomes explicou também que o controlo cardíaco varia de país para país e consoante os clubes, defendendo que Portugal é talvez “o país onde o controlo é mais bem feito”.

Já Henrique Gabriel, o cardiologista de intervenção do Hospital de Santa Cruz e do Hospital da Luz, explicou também ao Diário de Notícias que a extensão do enfarte só pode ser avaliada “de forma definitiva” ultrapassadas as primeiras 24 ou 48 horas. “Uma das coisas mais importantes é o resultado das análises nas primeiras 48 horas.” Ao meio já citado o cardiologista diz ainda que é “muito raro haver enfartes antes dos 50 anos”.

O espanhol de 37 anos jogou pela última vez na passada sexta-feira, tendo cumprido os 90 minutos do jogo do FC Porto em Vila do Conde com o Rio Ave que terminou empatado (2-2). Casillas seria o titular indiscutível da baliza dos dragões no encontro do próximo sábado, em casa com o Desp. Aves. O guarda-redes renovou recentemente contrato até 2021, compremetendo-se a atuar pelo FC Porto até aos 40 anos, idade com que provavelmente terminaria a carreira – resta saber se o problema de saúde sofrido esta quarta-feira provocará um pendurar das luvas prematuro por parte de Casillas, que se estreou pela equipa principal do Real Madrid em 1998 e jogou pelos merengues até 2015, ano em que se mudou para o Dragão.

Depois de um início de temporada difícil em 2017/18, altura em que perdeu a titularidade para José Sá durante várias jornadas, Casillas voltou a ser opção inicial para a baliza do FC Porto na reta final da época. Após a conquista da Liga, que interrompeu um período de quatro anos consecutivos em que o Benfica foi campeão nacional, o guarda-redes espanhol não voltou a perder a titularidade e esta temporada assumiu-se como uma das grandes figuras da equipa de Sérgio Conceição, tanto nas competições internas como na Liga dos Campeões, onde o FC Porto só foi eliminado nos quartos de final pelo Liverpool — e onde Casillas continua a ser o recordista máximo de jogos disputados.

Pinto da Costa sobre Iker: “Atleta de eleição e homem impoluto”

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, emitiu uma nota no site do clube, onde deseja as melhoras a Iker Casillas, um atleta que diz ser “de eleição”, bem como um “homem impoluto, com caráter excecional, um homem com H grande”, de quem todos “se orgulham muito por ser um dos nossos.”

“Todos nós, dirigentes, técnicos, jogadores, todos o que no dia a dia somos seus companheiros com o objetivo de vencer, iremos ter uma razão suplementar para pormos todos os nossos esforços na conquista das vitórias próximas que ele, como nós, tanto deseja. Tudo o que cada um fizer a partir deste momento, terá de ter um esforço suplementar para que ele continue a ser o atleta mais vitorioso do mundo. Força Casillas! Tu és Porto!”, concluiu.

Casillas vai ficar “perfeitamente recuperado”, mas ainda é cedo para falar no futuro

Em declarações ao Porto Canal, o médico do FC Porto Nelson Puga explicou que, após Iker Casillas se ter sentido mal durante o treino, foi colocada uma equipa de prevenção no hospital para que o guarda-redes fosse de imediato “diagnosticado e intervencionado” . “O cateterismo foi feito e os colegas de cardiologia do Hospital da CUF foram muito eficazes na resposta que deram, em particular o colega que fez o cateterismo. É um colega experiente que também tem mãos como as que o Iker tem na baliza, tem mãos para fazer com exatidão estes procedimentos que, felizmente, correram muito bem”, continuou.

Nelson Puga explicou ainda que a intervenção médica permitiu que Iker Casillas ficasse “sem qualquer tipo de sequela”. O guarda-redes está bem e estável, “com o humor que o caracteriza, acompanhado da sua família e a iniciar os primeiros passos na recuperação depois deste evento que foi, evidentemente, um evento com gravidade clínica”.

Apesar de garantir que Iker Casillas vai ficar “perfeitamente recuperado e restabelecido”, Nelson Puga assegura que é muito cedo para se pronunciar sobre o futuro do guarda-redes. Tal “vai depender de outros fatores”, explica ao Porto Canal, referindo-se à medicação que Iker vai ter de tomar, à avaliação da sua condição física em situações de repouso e de stress, e também tendo em conta a “vontade que ele tem em continuar a fazer este tipo de atividade”. “Só depois de ponderados todos estes fatores com muita calma, com muito diálogo, é que se vai decidir se ele vai continuar, se ele quer continuar. Mas que ele vai ficar perfeitamente recuperado e restabelecido, disso nós temos praticamente a certeza.”

(em atualização)

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)