Mais um dia, mais 24 horas, mais nenhuma novidade pelo menos no segredo menos bem guardado do mundo: a transferência de João Félix para o Atl. Madrid,continua sem oficialização de nenhuma das partes e o próprio Benfica, que já comentou a esse propósito a existência de negociações ou de uma alegada comissão de 30% para o empresário Jorge Mendes, mantém-se fiel ao discurso de que o jogador tem uma cláusula de rescisão e que para a saída do avançado é necessário que alguém pague esses 120 milhões de euros contratualizados. No entanto, tudo está preso por um pequeno “pormenor”.

Depois de ter disputado a Final Four da Liga das Nações, o jogador de 19 anos esteve alguns dias de férias em Ibiza com amigos e deslocou-se a Madrid, onde terá chegado entre domingo e segunda-feira. As primeiras imagens na capital espanhola foram apanhadas pelo programa televisivo “El Chiringuito”, que se cruzou com Félix à saída de um restaurante onde estava também Jorge Mendes. Entretanto, a imprensa espanhola adiantou já que o jogador esteve no Wanda Metropolitano, fez os habituais exames médicos, terá até feito imagens promocionais que entrarão nas redes sociais dos colchoneros na altura do anúncio oficial da contratação e voltou a entrar de férias por mais alguns dias, antes da apresentação oficial.

O que prende então o anúncio? A contratação de qualquer jogador pelo valor da cláusula de rescisão pressupõe que o clube comprador apresente de imediato o valor contratualizado, algo que no limite poderá acontecer apenas no início de julho, altura em que o Atl. Madrid receberá esse valor exato de 120 milhões de euros pela saída de Antoine Griezmann (tudo aponta para que seja para o Barcelona) – e que não poderá ser antes porque, até 30 de junho, essa cláusula é de 200 e não 120 milhões. Certo é que os colchoneros não param e, preparando a mais do que provável saída de Rodri (também pela cláusula, de 70 milhões), anunciaram esta quinta-feira a contratação de Marcos Llorente, jovem médio do Real Madrid que chegou a ser titular esta temporada, por 30 milhões de euros mais dez mediante obtenção de determinados objetivos desportivos.

Apesar desse compasso de espera, que “prende” também o anúncio do avançado Raúl de Tomás, do Real Madrid mas que esteve nos últimos dois anos emprestado ao Rayo Vallecano, para o Benfica, existem outras movimentações no mercado nacional a nível de entradas não só para os encarnados mas também para o FC Porto e para o Sporting.

Segundo a revista Don Balón, os campeões nacionais terão ganho a corrida pelo guarda-redes costa-riquenho Keylor Navas, tricampeão europeu pelo Real Madrid que está de saída do Santiago Bernabéu e que chegou a ser apontado ao FC Porto. Em paralelo, a publicação diz também que existirá a possibilidade de Vlachodimos rumar ao Campeonato alemão, o que terá feito com que o clube tentasse inicialmente perceber as condições para assegurar o holandês Cillessen, do Barcelona.

No FC Porto, o nome em destaque do dia é o internacional Bruma, do Red Bull Leipzig. Depois da informação inicial da revista Kicker, que dava conta do interesse dos dragões no extremo, o empresário do jogador, Cátio Baldé, confirmou à SportTV uma proposta nesse sentido. “O Spartak Moscovo apresentou proposta e depois surgiram PSV e FC Porto, que também apresentou uma proposta”, admitiu, sem falar num outro conjunto que poderá estar a seguir o extremo: o Galatasaray. Na véspera, e de uma forma pouco comum, o enfoque esteve em Zé Luís, avançado do Spartak pretendido pelos azuis e brancos.

“O Zé Luís, como outro jogadores, foram pedidos por mim à Direção com o intuito de reforçar o plantel do FC Porto e sermos a equipa competitiva que fomos nestes últimos dois anos, para dar continuidade ao que temos feito. Faz parte de um conjunto de jogadores que falei com a Direção com o intuito de reforçar o FC Porto para sermos uma equipa que acho que tem de ser competitiva”, admitiu Sérgio Conceição ao telefone no Porto Canal, aproveitando para desmentir qualquer tipo de fricção com a SAD azul e branca. “O Sérgio disse desde a primeira hora que gostava de ter Zé Luís e estamos a negociar. Quem escolhe os jogadores no FC Porto é o treinador, seja ele qual for. É por isso que já gramámos ‘Adriáns López’, que estiveram cá a ganhar uma fortuna, porque fiz a vontade ao treinador [Lopetegui]”, confirmou da mesma forma Pinto da Costa.

Por fim, no Sporting, Rosier é uma contratação praticamente garantida. O jovem lateral francês do Dijon passou os últimos dois dias em Lisboa, fez exames médicos na manhã desta quarta-feira e restam apenas acertar alguns detalhes entre clubes para que exista o anúncio oficial, previsto para as próximas horas ou, no limite, segunda-feira. No negócio deverá também entrar Mama Baldé, jogador que na última temporada esteve cedido ao Desp. Aves, não se sabendo ainda de que forma. Eduardo, médio brasileiro do Belenenses SAD, é outro dos jogadores que serão anunciados em breve pelos leões, que para a próxima época garantiram as aquisições de Luís Neto (ex-Zenit) e Vietto (ex-Atl. Madrid, que esteve cedido ao Fulham).