A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) indicou nesta quinta-feira algumas condicionantes dos sorteios da I e II ligas, que se realiza na sexta-feira, como a impossibilidade de alguns clubes jogarem em casa ou fora na mesma jornada.

A LPFP refere que Benfica e Sporting não podem, em simultâneo, ter na mesma ronda jogos em casa ou fora, uma condicionante também aplicada a FC Porto e Boavista, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães, e Gil Vicente e Famalicão.

Para o sorteio, que se realiza na sexta-feira no Palácio da Bolsa, no Porto, é determinado ainda o habitual, ou seja, que a segunda volta “terá que ser o espelho” da primeira.

Nas várias alíneas de ‘condicionantes’, a Liga refere a necessidade de evitar que a mesma equipa jogue consecutivamente, em casa ou fora, com as que tiveram melhor classificação média nas anteriores três épocas: Benfica, FC Porto, Sporting, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães.

Outro aspeto é o de “evitar” que a mesma equipa tenha duas deslocações consecutivas à Madeira e Açores, regiões que na I Liga têm o Marítimo e o Santa Clara, respetivamente.

Nas condicionantes, a LPFP quer evitar que uma equipa que dispute numa ronda um jogo com um adversário que esteja nas competições europeias (Liga dos Campeões ou Liga Europa) volte a ter na seguinte um adversário ‘europeu’.

Para o sorteio da II Liga, é determinado à partida que as equipas B de FC Porto e Benfica apenas se defrontem na última jornada de cada volta.

Aplica-se também a ‘regra’ das regiões, em que Mafra e Casa Pia não poderão jogar em simultâneo em casa ou fora na mesma ronda, e a indicação de que a Oliveirense jogará a primeira jornada como visitante, “em virtude da partilha de estádios”.