Rádio Observador

Judo

Portugal leva 18 atletas com muita ambição para os Mundiais de judo

135

País leva o lote máximo de atletas permitido pela Federação Internacional de Judo. "Esperamos que deem o vosso máximo como até aqui. Estão aqui por mérito", diz o presidente da Federação Portuguesa.

A atleta Telma Monteiro consta na lista da Federação Portuguesa

ABIR SULTAN/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Os 18 judocas da seleção portuguesa que vai participar no Campeonato do Mundo de 2019, em Tóquio, prometeram esta terça-feira ambição para conquistar medalhas e brilhar na cidade que vai acolher os Jogos Olímpicos, durante a apresentação oficial.

Com o lote máximo de atletas permitido pela Federação Internacional de Judo (FIJ), Portugal estará representado por Catarina Costa (-48 kg), Joana Diogo (-52 kg), Joana Ramos (-52 kg), Telma Monteiro (-57 kg), Wilsa Gomes (-57 kg), Bárbara Timo (-70 kg), Yahima Ramirez (-78 kg), Patrícia Sampaio (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg), Miguel Pisco (-60 kg), Rodrigo Lopes (-60 kg), João Crisóstomo (-66 kg), Sergiu Oleinic (-66 kg), Jorge Fernandes (-73 kg), Nuno Saraiva (-73 kg), Anri Egutidze (-81 kg), Carlos Luz (-81 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg).

Esperamos que deem o vosso máximo como até aqui. Estão aqui por mérito e queremos que saibam que a federação vai estar a apoiar-vos, quer o Mundial corra bem ou corra mal”, afirmou o presidente da Federação Portuguesa de Judo, Jorge Fernandes, que sublinhou ainda que “a preparação já vem de há muitos anos e, por isso, muitos já têm resultados”.

A principal figura do grupo é Telma Monteiro, a única a contar com medalhas nesta competição e que chega motivada pelo bronze recentemente alcançado nos Jogos Europeus de Minsk. Sobre as expectativas que recaem sobre o seu desempenho, a judoca, de 33 anos, garantiu estar “tranquila” e a encarar de forma positiva a pressão para a prova.

“Em todos os Mundiais em que competi tinha sempre possibilidade de ganhar medalha. Consegui em cinco ocasiões. Embora tenha consciência da dificuldade e do valor das minhas adversárias, também tenho consciência do meu valor e quando entrar para o tapete é isso que vai contar. Estou habituada a grandes momentos e sinto que nasci para isso, para grandes desafios. Gosto dessa pressão, desses grandes palcos”, afirmou.

Entre a equipa masculina destaca-se Jorge Fonseca, que conseguiu em julho a medalha de bronze na categoria de -100 kg no Grande Prémio de Zagreb e ocupa atualmente o oitavo lugar no ranking.

Andava um pouco frustrado e esse resultado ajudou-me bastante. Espero estar muito confiante no Mundial. A minha motivação neste momento é chegar ao Mundial e fazer um grande resultado: chegar ao pódio”, assinalou.

Confrontado com o estatuto de cabeça de série, o judoca, de 26 anos, salientou não ter alterado a preparação, apesar da maior confiança adquirida com esse resultado.

“A minha preparação é sempre a mesma, independentemente do lugar em que estou no ranking. Não estou preocupado por ser ou não cabeça de série. Tenho de chegar ali, ‘bater neles’ e trazer a minha medalha”, disse Jorge Fonseca.

A orientar os atletas vão estar presentes os treinadores Ana Hormigo, Tsuyoshi Tsunoda e Pedro Soares, com este último a realçar a dupla pressão de ser um Campeonato do Mundo que ocorre a um ano dos Jogos de Tóquio2020 e cujos resultados influenciam de forma decisiva a qualificação.

“É a segunda competição mais importante na carreira de um atleta e é um Mundial que acontece a um ano dos Jogos. Por inerência, o resultado neste Campeonato influencia também a qualificação olímpica. Portanto, um bom resultado é um salto muito grande, é ‘meio caminho andado’ para os Jogos”, explicou o treinador português.

A seleção nacional parte sexta-feira e chega no sábado a Kaga, no Japão, onde permanecerá até à partida para Tóquio, no dia 23. O Campeonato do Mundo de Judo decorre na capital nipónica entre 25 de agosto e 01 de setembro, reunindo um total de 917 atletas de 152 países, que vão disputar as provas individuais masculina e feminina e a prova mista de equipas.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)