Rádio Observador

Cancro

Concerto solidário para doentes oncológicos junta Ana Bacalhau e Orquestra Promenade no Campo Pequeno

129

Ana Bacalhau, Tim, Sofia Escobar, Paulo de Carvalho, Gisela João e Carlão juntam-se no dia 23 de outubro em Lisboa para um concerto solidário "Todos por uma Casa", para ajudar os doentes oncológicos.

Os bilhetes, preços variam entre os 38 e 60 euros, estão já à venda e serão revertidos na totalidade para os fundos da construção da Casa

ANDRÉ KOSTERS/LUSA

Ana Bacalhau, Tim, Sofia Escobar, Paulo de Carvalho, Gisela João e Carlão juntam-se no dia 23 de outubro, no Campo Pequeno, em Lisboa, para um concerto solidário “Todos por uma Casa”, organizado pela Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL).

A partir das 21h15, o centro de espetáculos recebe a Orquestra Promenade em prol da construção da Casa Porto Seguro, um espaço projetado pela APCL que permitirá “doentes hemato-oncológicos deslocados e com carências económicas e respetivos familiares ficarem alojados numa casa, onde poderão receber todo o apoio que necessitam durante o período de tratamentos”.

A Casa Porto Seguro é já um sonho antigo da APCL, para que possamos prestar um maior apoio aos doentes que nos procuram e é, por isso, muito importante conseguir erguer esta casa. Este concerto vai poder ajudar-nos a ficar mais perto do nosso objetivo e em simultâneo criar uma noite com valor artístico e animada para todos os espectadores”, afirma Carlos Horta e Costa, vice-presidente da APCL.

Os bilhetes, cujos preços variam entre os 38 e 60 euros, estão já à venda e irão reverter, na totalidade, para os fundos da construção.

A “Casa Porto Seguro” será construída na rua Dom Luís de Noronha, num edifício cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, a um quilómetro do Instituto Português de Oncologia e a dois quilómetros do Hospital de Santa Maria, as duas Unidades de Transplante de Medula óssea de Lisboa. A capacidade prevista é para atender até 16 pessoas de cada vez.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Alterações Climáticas

A lei do EROI /premium

Marco Robalo

Ouvimos muito falar na esperança em tecnologias, mas este debate foge da realidade e concentra-se em ideias de ficção científica, pois ninguém sabe como resolver as necessidades de consumo instaladas.

Universidade de Coimbra

Fraca carne

Henrique Pereira dos Santos

Substituir carne por peixe (ou por vegetais), sem saber de que sistemas de produção (e de que ciência) estamos a falar é completamente vazio do ponto de vista da sustentabilidade ambiental.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)