A Feedzai, uma startup portuguesa que tem como objetivo tornar a atividade bancária mais segura através de um software de inteligência artificial, fechou uma parceria com o Instituto Superior Técnico (IST), em Lisboa, para criar a primeira cátedra (cadeira universitária lecionada por um professor catedrático) da instituição dedicada ao machine learning (software inteligente que aprende com padrões de utilização).

Em comunicado, a startup, que foi destacada há duas semanas pela Forbes como uma das 50 startups da América mais promissoras em inteligência artificial, acrescenta que o protocolo que assinou com o Técnico “prevê uma colaboração académica e profissional entre as duas organizações com foco em machine learning”. A “cátedra Feedzai” vai ser atribuída a Mário Figueiredo, professor e investigador na área de Inteligência Artificial e aprendizagem automática.

A empresa anunciou também que vai ajudar o Instituto Superior Técnico a equipar um laboratório de computadores e que vai também patrocinar três bolsas de estudo anuais para ajudar os alunos de mestrado e doutoramento a realizarem as suas dissertações.

Esta parceria é o passo natural numa relação muito próxima entre a Feedzai e o Instituto Superior Técnico. As alianças entre o setor privado e a academia são fundamentais para cruzar e extrair o melhor da fundamentação científica e da aplicabilidade prática, com o objetivo de melhorar a sociedade”, referiu Pedro Bizarro, cofundador e diretor científico da Feedzai, citado em comunicado.

Já Arlindo Oliveira, presidente do IST, refere em comunicado que esta parceria vem reforçar a relação entre a empresa e a instituição e que “representa uma evolução muito positiva de uma colaboração que já deu muitos resultados e se tem vindo a reforçar ao longo dos anos”.

Com este acordo, a Feedzai fica ainda responsável pelo apoio à organização da SINFO (conferência de tecnologia), a AEIST JobShop – feira de emprego do Técnico, e as Técnico Career Weeks, semanas temáticas organizadas pelos Núcleos de Estudantes de cada curso.

Fundada em 2011 por Nuno Sebastião, Pedro Bizarro e Paulo Marques, a Feedzai utiliza Inteligência Artificial para ajudar no combate ao crime financeiro. Com escritórios em Lisboa, Porto, Coimbra, Silicon Valley, Nova Iorque e Reino Unido, a startup já levantou investimentos no valor de 82 milhões de dólares (cerca de 74 milhões de euros). Para Pedro Bizarro, citado em comunicado, “áreas como o machine learning e o big data estão a mudar o mundo” e a Feedzai está “a contribuir de forma decisiva para o combate ao crime financeiro ao reduzir a fraude e lavagem de dinheiro em mais de 190 países.