O estado português pagou esta quarta-feira juros mais baixos num leilão de dívida a 15 anos — 750 milhões de euros a uma taxa média de 0,49%, um mínimo histórico neste prazo.

Há menos de um mês, quando a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) emitiu dívida com prazo de 15 anos, os juros tinham sido de 0,68%, ou seja, baixou o custo de financiamento público depois de o BCE anunciar um reinício das compras de ativos e uma nova descida das taxas de juro.

Este foi, também, o primeiro leilão de dívida depois das eleições legislativas que, do ponto de vista das agências de rating e dos principais bancos de investimento, trouxe um resultado que dá mais garantias de estabilidade política.