A Audi atacou em força o Salão de Los Angeles, exibindo na Califórnia um dos mais luxuosos e potentes SUV do mercado, e logo num mercado ávido por este tipo de veículos. Denominado RS Q8, pretende ser o que de melhor (e mais rápido) a Audi é capaz de produzir.

O mais desportivo dos Audi Q8 começa por montar o 4.0 V8 biturbo, que com estas especificações produz 600 cv e, mais do que isso, 800 Nm de binário logo às 2.200 rpm, o que significa que o condutor tem apenas de tocar ao de leve no acelerador para ter uma força brutal como resposta. Como a pressão do turbo é modelada, não para extrair ainda mais potência, mas para garantir que consegue uma mecânica tão progressiva quanto possível, os 800 Nm permanecem estáveis entre as 2.200 e as 4.500 rpm, tornando a utilização do V8 muito mais suave, especialmente em ritmo de passeio.

7 fotos

De acordo com o fabricante, o RS Q8 está limitado a 250 km/h, isto em condições normais, pois caso o cliente adquira o pack Dynamic, a limitação electrónica desaparece e o SUV é capaz de atingir a sua velocidade máxima teórica, fixada em 305 km/h. E se este valor é mais que respeitável, então o que dizer da ligeireza com que o RS Q8 vai de 0 a 100 km/h, com os 3,8 segundos a permitirem-lhe bater alguns dos mais reputados desportivos do mercado.

O SUV desportivo não pensa apenas nas performances, estando igualmente preocupado com os consumos e as emissões. Assim, o V8 está equipado com a desactivação de cilindros, desligando o 2º, 3º, 5º e o 8º sempre que o condutor coloca pouca pressão no acelerador, para depois recorrer a um sistema mild hybrid a 48 Volt para optimizar o start&stop e poder dispor de uma ajuda adicional do motor eléctrico em determinadas condições.

A potência do V8 biturbo é controlada através de uma caixa de velocidades tiptronic de oito velocidades, associada a um sistema de transmissão quattro, que depois distribui a força do motor pelas quatro rodas, com 40% à frente e 60% atrás. Em caso de necessidade, como acontece no modo de condução desportivo, é possível colocar 70% à frente e até 85% atrás, existindo ainda um diferencial traseiro opcional que melhora o comportamento, tornando o enorme Q8 mais ágil e divertido de conduzir. Como, aliás, ficou provado ao ser este o SUV mais rápido no circuito de Nürburgring.

4 fotos

As suspensões pneumáticas incrementam não só o conforto mas também o comportamento, tanto mais que podem alterar a distância ao solo em 9 cm, para o RS Q8 usufruir ainda de barras estabilizadoras activas que o impedem de adornar em curva, maximizando a eficácia.

Como tudo o que anda muito também tem de travar na perfeição, este Q8 monta discos com diâmetro de 420 mm à frente e 370 mm atrás, sempre ventilados, podendo ser carbocerâmicos caso o cliente decida adoptar uma condução mais radical. O preço anunciado deste super SUV para a Alemanha ronda os 120 mil euros, estando a sua chegada ao mercado agendada para o primeiro trimestre de 2020.