O Presidente chinês chega esta quarta-feira a Macau para presidir às cerimónias do 20.º aniversário da transferência do território e dar posse ao novo governo, estando previsto um encontro com o atual chefe do Executivo no primeiro dos três dias da visita.

No programa parcial da visita de Xi Jinping divulgado pelas autoridades ao início da noite de terça-feira, indica-se que para além da reunião com o atual chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), Fernando Chui Sai On, o líder chinês recebe no dia seguinte os titulares dos principais cargos do governo e individualidades de vários setores da sociedade.

Na manhã de sexta-feira, o Presidente assistirá à cerimónia comemorativa do 20.º aniversário da RAEM e tomada da posse do V governo de Macau, que será liderado pelo ex-presidente da Assembleia Legislativa Ho Iat Seng. Posteriormente, estão previstos no programa oficial encontros com os novos responsáveis do Executivo, do poder legislativo e do judicial, deixando Macau, nesse mesmo dia.

Esta é a terceira visita do Presidente chinês a Macau, para a qual estão registados mais de 650 profissionais da comunicação social, marcada por medidas de segurança excecionais.

Em 2009, enquanto vice-presidente, deu posse em Macau ao agora chefe do Executivo cessante, Fernando Chui Sai On. Em 2014, como Presidente, deu posse ao mesmo chefe do governo para um segundo mandato. Na sexta-feira, vai presidir à tomada de posse do novo chefe do Executivo, Ho Iat Seng, ex-presidente da Assembleia Legislativa.

Xi deverá anunciar em Macau medidas de aprofundamento da vertente financeira de Macau, com a criação de uma bolsa de valores imobiliários, garantindo terras para o território se desenvolver na China continental e conferindo-lhe políticas favoráveis ao setor financeiro, em pé de igualdade com a vizinha cidade Hong Kong, marcada há mais de meio ano por protestos pró-democracia que têm desafiado Pequim.