Igor Moroz, um conhecido vlogger russo, terá apostado com um amigo que conseguiria um determinado contrato. Caso falhasse, atiraria o seu SUV, um Mercedes G63 – que em Portugal tem um valor aproximado de 214 mil euros – de grande altitude. Isto porque Igor, alegadamente, estaria farto dos problemas que o carro vinha a registar desde que o adquiriu, em Março de 2018. E também criticava o facto de o concessionário local não dar resposta às suas reclamações…

Há carros que dão mais problemas do que outros e até mesmo as marcas mais reputadas não estão livres de fabricar uma unidade problemática. Mas é raro um condutor ficar furioso a ponto de decidir “vingar-se” das dificuldades com que o veículo o presenteou, atirando-o para o vazio, a 1000 pés de altitude, cerca de 300 metros. Ou seja, o equivalente a um prédio de 10 andares.

Como perdeu a aposta, o vlogger deslocou-se à República da Karelia, colada à Finlândia e a cerca de 1000 km a norte de Moscovo. Foi aí que Moroz e os seus amigos encontraram um aeródromo privado que aceitou içar o G63 a 300 metros e depois largá-lo, para que fosse destruído no impacto com o solo.

O SUV da Mercedes ficou transformado numa panqueca de metal e plástico. Como não temos acesso ao vídeo completo da queda, não é possível verificar se o veículo atirado do helicóptero era um G63 completo, pois uma queda livre de 300 metros de um veículo com 2.560 kg deveria tardar 7,8 segundos. As deformações que apresenta são estranhas, mas é difícil confirmar se são compatíveis com um impacto com o solo a mais de 270 km/h, a velocidade a que o jipe da Mercedes teria chegado cá abaixo.

Moroz apressou-se a tornar público o vídeo, mas por muito público que tenha granjeado, vai ser difícil conseguir recuperar os 13.170.000 rublos do G63.