A Polícia Judiciária fez, na manhã de terça-feira, buscas no bairro da Cova da Moura, na Amadora, avança a TVI. A operação teve por base crimes violentos e envolveu mais de uma dezena de suspeitos alegadamente envolvidos em raptos e ofensas à integridade física em ajustes de contas relacionados com o tráfico de droga, mas também homicídios tentados e roubos violentos, a maioria por carjacking.

Os crimes, continua a TVI, foram cometidos nos últimos meses. A operação desta manhã — feita em parceria com a Unidade Nacional de Contraterrorismo — envolveu mais de 50 inspetores, com as buscas a começarem pelas 7h.

Um dos casos que está na origem da operação aconteceu em outubro do ano passado e foi noticiado, à data, pela estação de Queluz de Baixo: trata-se de um homem que foi raptado e amarrado na bagageira do carro durante horas. Outros casos envolveram o disparo de tiros, seja por ajuste de contas, seja por motivos passionais.

Fonte da PJ adiantou à agência Lusa que a operação teve por objetivo a recolha de prova e no terreno estiveram inspetores com mandados de detenção e busca.

Durante a operação não foram feitas quaisquer detenções ou apreensões.