Ken Block é mais um acrobata do que um piloto de automóveis. Produz os seus próprios carros, optimizando-os não para serem rápidos numa volta a um circuito ou num troço de ralis, mas sim em exibições que envolvam muitos saltos, peões e ‘atravessadelas’, visando levar ao delírio quem está em casa a deliciar-se com os vídeos Gymkhana que regularmente publica.

Desta vez, Ken Block não é a estrela, mas sim a sua filha. Lia é uma jovem de 13 anos, que participa habitualmente em corridas de ATV (all-terrain vehicle) e que agora se estreia ao volante dos carros do pai. Segundo Ken, a miúda começou a conduzir carros com caixa manual (e embraiagem) apenas três dias antes, aos comandos de um Ford Focus, o que lhe levantaria algumas dificuldades para controlar devidamente o Ford Escort MK2 com que se iria iniciar nos piões.

O modelo em causa é um dos brinquedos de Ken Block, que começou a usar nos ralis nos EUA em 2008 e que depois adaptou às exibições da Gymkhana. O motor, que é conhecido como RS1800, originalmente possui dois litros e fornece cerca de 240 cv, 280 cv se equipado com injecção.

O motor do Escort RS1800 de Block foi alargado a 2,5 litros, mantendo-se atmosférico, mas ainda assim viu a potência subir para 355 cv, com a capacidade de atingir 9000 rpm. Assista ao vídeo e veja como os genes dos piões e dos slides conseguem passar de pais para filhos…