A rodagem da série televisão “Crónica dos bons malandros”, a partir de uma obra de Mário Zambujal, começou esta segunda-feira em Lisboa e prolongar-se-á até setembro, revelou à Lusa fonte da produtora Ukbar Filmes.

Com realização de Jorge Paixão da Costa, as filmagens começaram esta segunda-feira na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e só terminarão no final de setembro, estando prevista a estreia no final deste ano na RTP1.

Para interpretar a quadrilha que, na história original de Mário Zambujal decide roubar uma coleção de joias na Gulbenkian, a série de ficção conta com as interpretações de Maria João Bastos, Adriano Carvalho, Marco Delgado, Rui Unas, José Raposo, Joana Pais de Brito, Manuel Marques e Joana Barrios.

Na Lisboa dos anos 80, numa cidade com quase um milhão de habitantes, com o FMI em Portugal, Eriksson no Benfica e Futre no Sporting, Armando Gama no Festival da Canção e O Tal Canal, na RTP, mergulhamos a fundo na história insólita de sete assaltantes carismáticos”, lê-se na sinopse.

O argumento da série de comédia é de Mário Botequilha e do próprio Mário Zambujal que, na obra, dedica cada capítulo a um dos elementos da quadrilha liderada pela personagem Renato, o Pacífico.

“Crónica dos bons malandros” foi publicado originalmente em 1980 – cumprem-se agora 40 anos – e tornou-se num sucesso de vendas, somando mais de trinta reedições.

Ainda na década de 1980, em 1984, Fernando Lopes assinou uma adaptação da obra para cinema, com a participação, entre outros, de Rui Perry, Lia Gama, Maria do Céu Guerra e Nicolau Breyner.