Em alternativa ao Festival “Trengo”, cuja quinta edição estava agendada para o início de julho, o ciclo “Trengolas” vai levar performances de circo contemporâneo às ruas do Porto. Ao longo de quatro fins de semana, serão realizadas cerca de 20 apresentações de 14 espetáculos de companhias e artistas residentes em Portugal. O objetivo da organização passa por garantir a programação prevista para o “Trengo” e ainda reforçar com mais artistas que foram prejudicados pela ausência de trabalho num período extenso motivado pela Covid-19.

O programa arranca esta sexta-feira, dia 28 de agosto, com o espetáculo “Asas D’Areia”, pelo Teatro do Mar, no Parque de S. Roque da Lameira. No dia seguinte, no mesmo local, é possível conhecer o trabalho “T0 Wip”, de Thorsten Grütjen, e “Pequena Circoonferência”, da companhia Radar 360 0.

Cartaz do evento

Em setembro, chega “Crasshduo_Circus”, da companhia Crassh, “Por um Fio”, trabalho dirigido pelo acrobata Daniel Seabra, novos coletivos de artistas para  animar os Jardins do Palácio de Cristal, com um segundo episódio de “Trengos à Solta”, uma iniciativa integrada na Feira do Livro do Porto. Para o encerramento, agendado para os dias 18 e 19 de setembro, ficará reservado o espetáculo em estreia da companhia anfitriã deste ciclo de circo, a Erva Daninha, com “Ready”, apresentado pelas 21h, na praça D. João I.

O “Trengolas” é uma co-produção da Erva Daninha e da Ágora, empresa municipal do Porto que congrega a Cultura e o Desporto, o acesso ao público será gratuito, mediante a observância de algumas condições que se prendem com o período pandémico atual.