Crossfit Kids

Off Limits, Rua Antonino e Sá, 11, porta 5, Lisboa. Segundas, terças e quintas, às 17h, e sábados, às 9h

Para quem acha que os miúdos têm demasiada energia acumulada: esta academia especializada em crossfit (modalidade de treino funcional popularizada entre os adultos) criou aulas específicas para os mais pequenos. Sem deixar de fora o fator diversão e com exercícios adaptados às crianças, as sessões Crossfit Kids chegaram em setembro à Off Limits para promover o sentimento de superação, mas também o espírito de entreajuda, com dois públicos-alvo distintos — entre os quatro e os sete anos e entre os oito e os 12. A mensalidade varia entre os 30 e os 35 euros.

© Ruby Wolff

Friendly Fire

Chapitô, Costa do castelo, 7, Lisboa. Segundas-feiras, das 18h às 23h

Para quem não conseguiu provar à primeira: o ciclo de experiências e sabores promovido por Pedro Abril está volta, depois de uma primeira edição em julho. Todas as segundas-feiras, entre 7 e 28 de setembro, Friendly Fire convida chefs e nomes sonantes da cozinha portuguesa para a sua cozinha, instalada no restaurante do Chapitô, para cruzarem as suas especialidades. O cartaz (como se de um festival de bandas se tratasse) já está disponível. Arranca já na próxima segunda (perfeito para prolongar o efeito fim de semana) com Tiago Lima Cruz, Pedro Forato, do Prado, Marta Figueiredo, do Estrela da Bica e Miyuki Kano, ex-pasteleira do SÁLA e do Kanazawa. Os preços das iguarias variam entre os cinco e os sete euros e aconselha-se reserva.

© Divulgação

Chá Camélia

Rua das Escolas Novas, 605, Vila do Conde. Visitas guiadas por marcação; Workshops no dias 19 de setembro de 24 de outubro, das 15h às 18h

Para apreciadores de chá: esta plantação no norte do país abre as suas portas para visitas guiadas e programa ainda dois workshops para quem quer aprender mais sobre a célebre camellia sinensis. Nina Gruntkowski e Dirk Niepoort são os anfitriões de serviço da Chá Camélia e guiam os visitantes por um hectare onde crescem 12 mil plantas. As visitas guiadas são feitas por marcação, têm a duração de duas horas e incluem a degustação de três chás. Têm um valor de 100 euros para grupos com, no máximo, 12 pessoas. Os workshops também já têm data marcada — o primeiro foca-se na diversidade de aromas e cores desta bebida mundialmente consumida e o segundo centra-se nos rituais cerimoniais criados em torno do chá. Ambos têm um custo de 25 euros por pessoa.

© Divulgação

Jantar à Luz das Estrelas

Casa da Calçada, Largo do Paço, 6, Amarante. Sábado, às 19h30

Para quem anda a tentar marcar um jantar romântico: entre as estrelas que, se a meteorologia ajudar, brindarão este jantar, estará uma especial — a conquistada pelo Largo do Paço em 2004 e que, à exceção de 2006, é mantida até hoje. Sob a orientação do chef Tiago Bonito, o restaurante serve o último de três jantares ao ar livre, na varanda do hotel Casa da Calçada, num palácio do século XVI. A música ao vivo é só um dos muitos ingredientes da noite. O menu contará com entrada, prato de peixe, prato de carne e sobremesa, elementos harmonizados com vinhos da Calçada Wines. O preço é de 110 euros por pessoa.

© Divulgação

Amália no Cinema

Jardim do Palácio Pimenta, Campo Grande, 245, Lisboa. Até domingo, às 21h

Para matar saudades de Amália (e de cinema ao ar livre): é com uma Amália atriz que o Museu de Lisboa recorda a diva do fado, num ciclo de cinema que faz parte da programação Lisboa na Rua. Durante quatro noites, serão exibidos as filmes “Fado, História de uma Cantadeira” e “Capas Negras”, ambos de 1947, “As Ilhas Encantadas”, uma produção luso-francesa de 1965, e ainda “The Art of Amália”, documentário de 2000. A curadoria é do realizador Diogo Varela Silva, sobrinho-neto da fadista. Cada sessão terá um convidado diferentes: Rui Vieira Nery, Frederico Santiago, Jorge Muchagato e Joana Mortágua são os nomes anunciados. Amália no Cinema tem entrada gratuita, mas os bilhetes devem ser reservados e levantados previamente.

© Divulgação

Real Fado

Embaixada, Praça do Príncipe Real, 26, Lisboa. Domingos, às 19h

Para quem quer voltar a ouvir fado ao vivo: a Embaixada retoma os concertos, todos os domingo, ao final da tarde. Teresa Tapadas e Cristina Clara, artista que fará uma mistura do fado com a roda de choro brasileira, garantem os dois primeiros concertos. No dia 20 de setembro, Maria João Quadros e Francisco Salvação Barreto protagonizam um encontro de gerações com o espetáculo Fado Intemporal. No último domingo, a música fica a cargo de Buba e Luís Espinho e de Luís Trigacheiro, que irão cruzar o fado com a cante alentejano. A plateia estará limitada a 55 lugares, os bilhetes custam a partir de 20 euros e estão à venda na Ticketline.

© Divulgação

SomSabor

Espaço Espelho d’Água, Avenida de Brasília, Lisboa. Sexta-feira e sábado, às 20h30, e domingo, às 18h30

Para misturar música e comida no mesmo programa: o SomSabor ocupa o Espaço Espelho d’Água, em Belém, durante três dias. O programa envolve concertos e um menu preparado por Rodrigo Madeiro, chef residente da Herdade da Malhadinha Nova. Cada dia terá o seu acompanhamento musical. Na sexta-feira, o coletivo Mesa de Frades junta Rão Kyao, Teresinha Landeiro, Rodrigo Rebelo de Andrade e Beatriz Felício num concerto marcado para as 22h30. Sábado é dia de ouvir Mário Laginha & Tcheka (piano e violão). No domingo, a arte antecipa-se à gastronomia com o projeto Palavras em Contraste, do poeta Pélico e do músico Donatello Brida, a começar pelas 18h30. Os preços são de 40 (sexta-feira e sábado) e de 15 (domingo) euros por pessoa.

© Divulgação

Novos menus de brunch no Infame

Largo do Intendente Pina Manique, 4, Lisboa. Sábados e domingos, das 11h30 às 14h30

Para quem não perde um brunch novo: o Infame, restaurante do 1908 Lisboa Hotel, renovou a carta de brunches, já a pensar no outono. A partir deste sábado, há três novos menus daquela que, para muitos, é a refeição mais importante do fim de semana. O The Brady Brunch é composto por bagel, ovo estrelado, bacon e abacaxi grelhados, feijão, cogumelos, tomate assado e crème fraîche. Outra das novidades é o Kale-o-ren, uma alternativa vegetariana que inclui bolo do caco de beterraba com agrião, ovo a baixa temperatura, arroz thai de vegetais e cogumelos, tortilha de legumes, abóbora hokkaido e pera rocha assada com canela e especiarias. Ambos têm o preço de 17 euros por pessoa e incluem ainda elementos comuns, nomeadamente pão, manteiga, compostas, sumo de laranja, uma bebida quente e panquecas. Para os mais pequenos, o menu Kids traz um english muffin, ovos mexidos, duas panquecas com chocolate, iogurte, granola caseira e mel e sumo de laranja. Custa 9,5 euros por pessoa.

© Divulgação

Cantinho do Avillez, agora com esplanada

Rua Mouzinho da Silveira, 166, Porto. De domingo a quinta-feira, das 12h30 às 15h e das 19h às 23h, e sexta-feira e sábado, até à meia-noite

Para degustar o Porto al fresco: o Cantinho do Avillez, no centro do Porto, acaba de inaugurar uma esplanada. A estrutura conta com 26 lugares sentados, mesmo a tempo de aproveitar as última noites de verão e, quem sabe, as de um outono ainda com calor para dar. As especialidades do chef continuam as mesmas — peixinhos da horta com molho tártaro, vieiras marinadas com abacate, lascas de bacalhau com migas soltas, vitela de comer à colher ou carabineiros do Algarve. Bom apetite.

© Grupo José Avillez

Pop Up Market

Oeiras Parque, Oeiras. De sexta-feira a domingo, das 10h às 22h

Para quem quer apoiar as pequenas marcas portuguesas: depois te ter aprendido a sobreviver online, o Trendy Market de Oeiras está de volta, desta vez com um evento que se realiza no piso -1 do Oeiras Parque (na zona de acesso ao parque infantil e à restauração). Como já é hábito, este conjunto de bancas será uma montra de pequenas marcas e negócios portugueses, nas áreas da moda e da decoração. A entrada é gratuita, mas sujeita a todas as recomendações das autoridades de saúde.

© Divulgação

Oceanário: cinco euros até aos 25 anos

Esplanada Dom Carlos I, Lisboa. Todos os dias, das 10h às 20h

Para os caça descontos: o Oceanário de Lisboa pisca o olho ao público jovem. Até 31 de outubro, os visitantes até aos 25 anos pagam apenas cinco euros pelo bilhete de acesso ao aquário, um desconto considerável que pensarmos que o preço tabelado entre os quatro e dos dez anos é habitualmente de dez euros e que, a partir dos 13 anos, entrar no Ocenário de Lisboa custa 19 euros por pessoa. A entrada inclui visita a todas as exposições.

João Porfírio/Observador

Novidades no The Hood: Medusa eShisha Lounge e Hurley Kaffee

Avenida José Garcês, Amadora. Todos os dias, das 10h às 23h

Para explorar outros bairros: o The Hood, uma espécie de complexo dedicado à cultura urbana, situado junto ao Ubbo, assinala a rentrée com a chegada de dois novos inquilinos. Um deles chama-se Medusa eShisha Lounge e destaca-se pelo serviço de shisha eletrónica, a acompanhar um menu de aperitivos, doces e cocktails, tudo servido num american school bus com a intervenção do artista português The Caver. O Hurley Kaffee chega para reforçar a oferta de refeições rápidas e copos ao fim do dia. Reaberto desde junho, também o Cucurico espera agora angariar admiradores. O cruzamento da churrasqueira portuguesa com a cozinha mexicana promete fazer salivar.

© Divulgação

“Nunca mais é sábado” é uma rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o fim de semana.