Um surto provocado pelo novo coronavírus infetou 19 pessoas no Lar de Mós, no concelho de Torre de Moncorvo, distrito de Bragança, disse este domingo à agência Lusa o responsável pela instituição, Luís Lopes.

“Temos 19 pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus. Destes 19 casos de infeção pelo SARS-CoV-2, 13 são utentes, cinco são auxiliares e uma é profissional de saúde. Estes resultados foram conhecidos, após uma testagem de despiste a 35 pessoas que trabalham no lar”, indicou Luís Lopes. Segundo o responsável, há também a registar “17 casos negativos” para infeção provocada pelo novo coronavírus, SARS-CoV-19.

“Os utentes que testaram negativo, estão separados em alas distintas da instituição, e os funcionários cumprem isolamento profilático nos seus domicílios”, disse Luís Lopes.

Também este domingo foram noticiados oito casos de infeção no Agrupamento de Escolas de Torre de Moncorvo (AETM). O estabelecimento tem cerca de 60 alunos em isolamento profilático, disse o diretor do agrupamento à agência Lusa. “Temos oito casos registados de covid-19 na comunidade escolar do AETM [cinco alunos, dois professores e uma auxiliar]. Estamos atentos, não escondemos a preocupação face à situação e estamos a reforçar o Plano de Contingência e desinfeção dos espaços”, concretizou o diretor do agrupamento, Luís Rei.

A escola está a ser alvo de um processo de desinfeção que está a ser levado a cabo pelos bombeiros locais e por técnicos da Discórdia de Torre de Moncorvo. “Para já não está colocado em cima da mesa o encerramento das atividades letivas no AETM”, indicou o responsável. Segundo o diretor do AETM, na segunda-feira e na quarta -feira, perto de meia centenas pessoas vão fazer teste de despiste, entre professores e funcionários do Centro Escolar do Agrupamento, por indicação da saúde pública.

No caso do Lar de Mós, o primeiro caso de covid-19 foi detetado há uma semana, no dia 22 novembro. O espaço onde funciona o lar também “já foi descontaminado”. Na quarta-feira, todos os utentes e funcionários do Lar voltam a fazer testes à covid-19, por indicação da autoridade de saúde.

O lar conta com apoio de uma equipa de emergência deslocada pela Segurança Social, composta por dois auxiliares e um profissional de saúde.

Segundo o último boletim epidemiológico emitido na sexta-feira pela Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, o concelho de Torre de Moncorvo registava 72 casos ativos de covid-19.