No último sábado, foi titular e jogou 55 minutos na derrota do Ajax em Amesterdão frente ao Twente. Quatro dias depois, foi lançado ao intervalo para o lugar de Brian Brobbey no encontro decisivo na fase de grupos da Liga dos Campeões diante da Atalanta. Este sábado, foi titular e cumpriu os 90 minutos na goleada ao Zwolle, tendo feito o segundo golo logo aos 11′. Quincy Promes, uma das figuras do campeão holandês, teve mais uma semana “normal” de futebolista, com treinos, estágios e jogos. Este domingo, é notícia pelas piores razões. Mais uma vez.

Muriel, de promessa em promessa. Atalanta, de certeza em certeza: italianos vencem Ajax e estão nos oitavos da Champions

De acordo com o The Telegraaf, numa informação que foi entretanto confirmada pela própria polícia, o avançado foi detido esta manhã por suspeitas de esfaqueamento de um familiar em julho, numa festa que organizou em Utrecht com vários convidados e que acabou da pior forma com uma rixa. As autoridades explicaram também que a detenção avançou agora porque o caso só foi relatado mais de quatro meses depois.

De referir que esta não é a primeira vez que o internacional holandês, de 28 anos, enfrenta problemas com a justiça: no verão de 2018, quando passava férias em Ibiza, Quincy Promes foi detido por suspeitas de agressão à mulher, que o acompanhava no período de férias que coincidia com o Campeonato do Mundo de 2018, que não contou com a seleção holandesa após largos anos de presenças constantes nas fases finais de grandes provas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nascido em Amesterdão, filho de uma ex-jogadora profissional no Suriname que se mudou depois para a Holanda em busca de uma vida melhor, Quincy Promes começou no RKSV DCG mas mudou-se com apenas dez anos para o Ajax, que cedo identificou as suas qualidades e potencial. No entanto, seis épocas depois, o avançado foi dispensado pelo clube, não por questões relacionadas ao futebol mas pelo mau comportamento dentro e fora de campo. Na altura o jogador admitiu deixar de vez o desporto mas foi demovido pela mãe, jogando uma época no Haarlem antes de ser contratado pelo Twente, onde faria a sua estreia como sénior na Eredivisie com 19 anos.

Com um empréstimo ao Go Ahead Eagles pelo meio, o avançado que foi chamado pela primeira vez à seleção em 2014 transferiu-se para a Rússia por 15 milhões de euros, destacando-se com uma adaptação surpreendente ao Spartak Moscovo (sempre com mais de 25 jogos e 12 golos na Liga russa por temporada, tendo marcado um total de 21 golos em 38 encontros em 2017/18), o que lhe foi valendo constantes convocatórias à seleção. Em 2018, no seguimento da eliminação da fase de grupos da Champions, a formação russa viu-se obrigada a vender o jogador, com o Sevilha a pagar cerca de 20 milhões de euros pelo passe do internacional que esteve apenas uma época na Liga espanhola, antes de ser comprado pelo Ajax por 16 milhões mais cláusulas por objetivos.

Na presente temporada, Quincy Promes, que já ganhou pelo Ajax uma Supertaça após ter sido campeão russo pelo Spartak, leva cinco golos em 19 jogos entre Eredivisie e Liga dos Campeões (total de 927 minutos), tendo ainda mais cinco encontros pelos Países Baixos entre Liga das Nações e particulares (282 minutos).