Esta é, provavelmente, uma das iluminações de Natal mais brilhantes desta quadra, pelo facto de ter levado luz – 20 mil lâmpadas – a uma área sem acesso a energia eléctrica. A iniciativa partiu da Rivian, marca norte-americana de veículos eléctricos que muitos consideram ser a “nova Tesla” e que, no próximo ano, vai começar a entregar os seus dois únicos modelos, assentes na mesma plataforma, a pick-up R1T e o SUV de sete lugares R1S. Ora, foi precisamente a R1T que esteve sob os holofotes da acção natalícia, por ser ela a única fonte de alimentação a fornecer energia para acender as 20 mil luzes que a empresa distribuiu no Timber Pointe Outdoor Center, Hudson, no Illinois.

A instalação desenha um percurso sobre o rio e pela floresta em direcção à pick-up, culminando na iluminação das altas árvores que rodeiam o veículo. Além de ser um convite para explorações nocturnas em família, com o devido afastamento social, esta “prenda” de Natal da Rivian destina-se a demonstrar o potencial da sua pick-up para aventuras nos locais mais inóspitos.

Veja como nasce a Rivian R1T, a pick-up anti-Tesla

Não se sabe quanto tempo a bateria da R1T consegue alimentar as 20 mil luzes, porque a empresa não divulgou esse dado e porque, naturalmente, os protocolos de homologação deste tipo de veículos concentram-se na autonomia. Estima-se um alcance superior a 480 km (EPA) com a bateria de 135 kWh, podendo superar os 640 km com o acumulador de maior capacidade (180 kWh) ou ficar pelos 370 km com a bateria de 105 kWh.

Com quatro motores eléctricos, um por roda, a R1T usufrui sempre de tracção integral. Os motores eléctricos totalizam 408, 710 e 764 cv, consoante o pack instalado, de respectivamente 105, 135 e 180 kWh. A pick-up surgirá numa edição de lançamento em Junho do próximo ano e só depois começarão a ser entregues as versões convencionais.