O escândalo rebentou durante o último fim de semana, com a notícia de que Angelina Jolie se “prepara para fornecer provas” de violência doméstica, no âmbito da batalha judicial pela custódia dos filhos (cinco deles menores de 18 anos), com idades entre os 19 e os 12 anos. O casal está separado desde o verão de 2016, quando Angelina avançou com o pedido de divórcio. O processo ficou finalizado apenas em 2019, embora continue por decidir a custódia dos filhos.

Em causa está uma alegada altercação entre Brad Pitt e Maddox, filho mais velho do casal, ainda em 2016, que, segundo documentos do tribunal divulgados pelo blogue The Blast, faz parte das alegações do processo. A situação é referida por Jolie como tendo sido a gota de água para a separação. Dos mesmos autos do tribunal constam ainda depoimentos dos filhos do ex-casal.

A fuga de informação terá deixado Brad Pitt, atualmente com 57 anos, “destroçado”, segundo noticia o Page Six. “O Brad está destroçado pelo facto de Angelina ter seguido este caminho. Restam ainda muitas emoções deste casamento. Ele assumiu a responsabilidade pelas suas ações e os seus problemas do passado e já parou de beber”, referiu uma fonte próxima do ator a esta mesma plataforma.

AFI FEST 2015 Presented By Audi Opening Night Gala Premiere Of Universal Pictures' "By The Sea" - Arrivals

O casal fotografado em novembro de 2015 © Kevork S. Djansezian/Getty Images

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O casamento tornou-se bastante intenso e tóxico a certa altura e — como com todos os casais — eles tiverem zangas, mas também partilham muitos bons momentos. Ele falou sobre os problemas com álcool e drogas enquanto estiveram juntos”, afirmou ainda a mesma fonte.

Os problemas de Pitt, sobretudo com o abuso de álcool, vieram a público aquando da separação do casal. Apesar das alegações, o ator nunca foi formalmente acusado de nenhum crime, nem alvo de relatórios policiais, durante o casamento. Com o início do processo de divórcio, em 2016, soube-se que estava sob investigação do FBI e dos serviços sociais de Los Angeles, na sequência de relatos sobre um episódio de agressividade verbal e física para com os filhos, a bordo de um jato privado. Brad acabaria por ser considerado inocente.

De acordo com a fonte próxima do ator consultada pelo Page Six, Pitt sente-se “cada vez mais afastado dos filhos” e vê esta fuga de informação como uma forma de denegrir a sua imagem na reta final do processo que culminará na atribuição da custódia dos filhos. Enquanto Angelina Jolie pede a guarda total, Brad apela para que o juiz decrete um regime partilhado.

John W. Ouderkirk, o mesmo juiz que casou Brad e Angelina em 2014, conduz o processo, embora a atriz de 45 anos tenha tentado que fosse afastado do caso. Também de acordo com o Page Six, os filhos do casal foram ouvidos por terapeutas nomeados pelo tribunal. Nos relatórios que agora vieram a público consta que o depoimento do mais velho, Maddox, foi desfavorável para o pai.

“O Maddox já testemunhou, e na qualidade de adulto, nesta disputa pela custódia e não foi propriamente simpático para Brad”, afirmou uma fonte anónima, citada pela US Weekly. “Em documentos não oficiais, ele não usa o sobrenome Pitt, mas sim Jolie. Aliás, o Maddox quer mudar legalmente o seu último nome para Jolie, decisão que Angelina já disse não apoiar”, pode ler-se.

Angelina Jolie: “Os últimos anos foram muito duros. Tenho estado focada em reerguer a família”

Enquanto isso, uma fonte do britânico MailOnline fez referência a uma “tentativa triste e desesperada de criar uma narrativa falsa a qualquer custo” por parte de Angelina Jolie. “Ela já tinha feito alegações semelhantes, que foram investigadas pelas autoridades e que não foram comprovadas”, assinalou a mesma fonte. O tabloide disse ainda ter contactado os representantes de Pitt e Jolie, mas que não obteve qualquer resposta.

Numa entrevista para a edição de março da Vogue Britânica, Jolie falou abertamente sobre o divórcio, num raro momento de exposição mediática. “Os últimos anos foram muito duros. Tenho estado focada em reerguer a nossa família. Aos poucos estou a conseguir, como se o gelo derretesse e o sangue voltasse ao meu corpo. Mas ainda não cheguei lá. Mas espero vir a estar. É o meu plano”, admitiu na altura.

O processo judicial que decidirá a guarda dos filhos menores do casal deverá ser concluído no próximo mês. No total, o casal tem seis filhos. Os mais velhos, adotivos, são Maddox, de 19 anos, Pax, de 17 anos, e Zahara, de 16 anos. Os mais novos, biológicos, são Shiloh, de 14 anos, e os gémeos Knox e Vivienne, de 12 anos.