O tenista português João Sousa perdeu este sábado frente ao francês Ugo Humbert, em dois ‘sets’, na segunda ronda do Masters 1.000 de Miami, que está a decorrer no Hard Rock Stadium, em Miami.

O número um nacional e 103 do ‘ranking’ ATP não conseguiu contrariar o favoritismo do 30.º colocado da hierarquia mundial e acabou por ser eliminado ao fim de uma hora e 13 minutos, com os parciais de 6-1 e 6-4.

O encontro manteve-se equilibrado até ao quarto jogo, altura em que Sousa não foi capaz de, ao segundo ponto de ‘break’ enfrentado, evitar uma quebra de serviço, ficando em desvantagem. No sexto jogo, o adversário, de 22 anos, voltou a dispor de um novo ‘break point’, concretizou e serviu para fechar ao cabo de 29 minutos.

Na segunda partida, o minhoto, de 31 anos, ainda teve duas oportunidades de ‘break’ no oitavo jogo, mas não converteu e Humbert conseguiu quebrar o adversário logo de seguida para servir e encerrar o desafio por 6-4.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

João Sousa despede-se assim do Masters 1.000 de Miami, depois de bater o australiano Christopher O’Connell na ronda inaugural e colocar um ponto final no jejum de vitórias em quadros principais do ATP Tour, desde o Masters 1.000 de Xangai, em 2019.

Ugo Humbert, por sua vez, vai defrontar na fase seguinte da prova o canadiano Milos Raonic, que derrotou o australiano Jordan Thompson por 6-2 e 6-1.