Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Google e a sociedade de capital de risco portuguesa Indico Capital Partners vão lançar mais uma edição do programa de investimento e aceleração de empresas que têm em conjunto. As candidaturas estão abertas e a 21 de abril há uma sessão de apresentação que conta com a participação de Cristina Fonseca, empreendedora, sócia da capital de risco e a primeira mulher portuguesa a integrar a nova lista de Young Global Leaders, do Fórum Económico Mundial. O programa conta com um milhão de euros para investir.

Cristina Fonseca entre os líderes mais promissores sub-40. É a primeira mulher portuguesa desta lista

No ano passado, a Indico Capital Partners lançou um programa de investimento com o apoio da Google for Startups, que contou com a participação de dez startups. Desde 2019 — e ao todo –, estes negócios angariaram cerca de 626 milhões de euros em financiamento. Candidataram-se ao programa mais de 140 startups e sete foram selecionadas para integrar o portefólio da Indico, recebendo cada uma delas 100 mil euros de investimento.

“Com este programa de investimento e com a parceria com a Google pretende-se fomentar uma maior criação de startups e dar projeção às mais promissoras para que possam internacionalizar e usufruir de oportunidades de investimento maiores, nomeadamente o acesso a mais financiamento da Indico que pode atingir os cinco milhões de euros por empresa”, referiu Stephan Morais, sócio gerente da Indico.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Cristina Fonseca acrescenta que quer “encorajar as startups que estejam prontas para se lançarem no mercado a candidatarem-se ao nosso investimento de 100.000 euros”. O programa de 12 meses inclui aconselhamento intensivo, apresentações de fundadores, investidores internacionais e de parceiros do ecossistema, bem como apoio na captação de fundos e de talento.