A rainha Isabel II, acompanhada pela princesa Ana, assistiu a uma cerimónia na Abadia de Westminster na manhã desta terça-feira, dia 12 de outubro. Pormenor: vinha com uma bengala, o que chamou a atenção da imprensa pois há quase 20 anos que não usava este acessório.

A monarca marcou presença numa Ação de Graças que celebrou o centenário da Royal British Legion, instituição da qual tem o patronato e que a família real apoia, desde a sua fundação, no pós Primeira Guerra Mundial. A rainha é a figura máxima das Forças Armadas britânicas e a Royal British Legion é a maior instituição de caridade desse ramo.

Segundo a edição online da revista Hello, a rainha já tinha aparecido em público com o apoio de uma bengala, em 2003 e 2004 depois de uma cirurgia ao joelho.  A revista acrescenta ainda que Isabel II não entrou na abadia, como tradicionalmente, pela Great West Door, mas sim pela porta do Poet’s Yard, de forma a fazer um percurso mais curto para o seu lugar.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O novo acessório de Isabel II despertou a atenção e a curiosidade da imprensa. Mas, segundo a notícia do jornal britânico The Guardian, a rainha terá usado a bengala por uma questão “de conforto e não por uma questão médica específica”. Aos 95 anos a rainha tem mostrado ter uma saúde de ferro e está a retomar a sua agenda oficial, depois de meses de isolamento no Castelo de Windsor, das férias de verão em Balmoral, na Escócia, e da morte do marido, o príncipe Filipe, em abril.

Isabel II mostrou-se animada a cumprimentar as pessoas que a rodeavam e, para este evento escolheu usar um casaco azul escuro que adornou com uma pregadeira de estilo russo com safira, herdada da sua avó, a rainha Mary.