Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Já se sabe que, depois da batalha que tem como objectivo substituir os veículos com motores de combustão por outros eléctricos, menos poluentes, vai iniciar-se o processo de banir uma parte considerável dos modelos que circulam pelos centros das grandes cidades, onde o excesso de trânsito é uma fonte de problemas e de atrasos. Menos mal que se preparam soluções para resolver este problema e os carros voadores, ou os veículos de descolagem e aterragem vertical, prometem ser a solução.

Há vários projectos que prevêem verdadeiras maravilhas para breve e um deles vem da Suécia, mais precisamente da startup Jetson, que concebeu e desenvolveu o One eVTOL. Trata-se de um pequeno veículo voador, uma espécie de drone, mas capaz de transportar um adulto.

Para se mover, o Jetson One recorre a quatro hélices duplas e sobrepostas, o que equivale a oito mas num packaging mais compacto e simples. O chassi do aparelho é integralmente construído em alumínio, um bom compromisso entre robustez, ligeireza e custos contidos. Com um peso de somente 86 kg e motores que fornecem em conjunto 88 kW, cerca de 120 cv, o One tem apenas 90 cm quando está arrumado.

Equipado com LiDAR e sistemas para evitar obstáculos e detectar o terreno, o Jetson One é capaz de atingir 102 km/h (valor limitado electronicamente) e voar durante 20 minutos com um piloto a bordo com 85 kg.

As encomendas já abriram e o primeiro lote de 12 Jetson One será entregue aos seus donos durante 2022, depois da produção arrancar em meados do próximo ano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR