Supertaça

Os SMS que Jesus mandou aos jogadores do Benfica antes do dérbi

6.981

Antes do final da Supertaça, o treinador do Sporting enviou mensagens a jogadores do seu antigo clube. Os conteúdos chegaram à direção da Luz.

LUÍS FORRA/LUSA

Jorge Jesus pode ter deixado a Luz, mas continua a dar dicas aos jogadores do Benfica. O ex-técnico terá enviado mensagens a vários jogadores do seu antigo clube – como Eliseu, Talisca e Jonas –, na semana antes da final da Supertaça que deu vitória ao Sporting face às águias (1-0). “Joguem com dois ou três médios, vão perder” ou “Se o Talisca jogar atrás do ponta de lança já perderam o jogo”, foram algumas das dicas de Jesus. A polémica é contada pelo Correio da Manhã (CM) esta quinta-feira.

Mas o conteúdo das mensagens chegou à direção do Benfica que terá confrontado os jogadores, nomeadamente o brasileiro Talisca que mantinha uma relação próxima de Jesus. O médio de 21 anos revelou ao Benfica que teria tido uma conversa telefónica com o ex-técnico, em que este lhe recordou que teria sido ele a ir buscá-lo “ao Bahia na época passada” e que estava “atento à sua evolução”, conta o CM.

As mensagens terão também sido o gatilho para a reação de Jonas para com o ex-técnico, após o dérbi de domingo. Quando Jesus se aproximou do avançado brasileiro no final do jogo e lhe deu uma palmada, Jonas reagiu friamente chegando inclusivamente a pedir ao ex-treinador para que tivesse “respeito para com os jogadores do Benfica”. Também Eliseu tentou confrontar Jesus no final da partida em relação às mensagens, tendo sido impedido pelo diretor geral do Benfica.

Mas para o Sporting, nada aconteceu. O clube nega que Jorge Jesus tivesse enviado mensagens aos jogadores do seu antigo clube. Uma fonte leonina contactada pelo CM chega mesmo a dizer que “a comunicação do Benfica em vez de aceitar a superioridade do Sporting tenta justificar o injustificável”, e rematando com ironia que “qualquer dia só falta insinuar que a estratégia anunciada por Domingos Soares Oliveira [administrador financeiro da SAD encarnada] de que o Gaitán estava no mercado e que o objetivo de abater 80 milhões ao passivo foi da autoria de Jesus”. O Benfica não deu continuação à polémica, abstendo-se de comentários face às declarações de Alvalade.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site