Logo Observador
Caixa Geral de Depósitos

Paulo Macedo revela amanhã os maiores prejuízos da Caixa

135

A Caixa anuncia sexta-feira à tarde os resultados de 2016 que deverão ser os maiores prejuízos do banco, por causa das perdas de crédito. Macedo revelará em que ponto está a recapitalização.

A Caixa Geral de Depósitos vai anunciar esta sexta-feira à tarde (17.30) os resultados de 2016. Será a primeira conferência de imprensa de Paulo Macedo como presidente a quem caberá revelar aqueles que deverão ser os maiores prejuízos da história do banco público.

A limpeza das imparidades (perdas) na carteira de crédito da Caixa é uma das medidas que faz parte da operação de recapitalização em curso e que poderá elevar os prejuízos do banco até aos 3.000 milhões de euros. O plano negociado em Bruxelas prevê que as imparidades atinjam os 2.850 milhões de euros. O novo presidente da Caixa vai ainda revelar qual é o ponto de situação da recapitalização do banco, operação que deverá estar fechada até ao final do mês de março.

Os desafios de Macedo. Lucros em 2017, dividendos só em 2019

O aumento de capital de 5.160 milhões de euros envolve uma injeção de fundos do Estado de 2.700 milhões de euros e uma venda de instrumentos híbridos de dívida a investidores privados, que numa primeira fase, terá de ascender a 500 milhões de euros. Esta operação ainda tem de receber a luz verde final da Comissão Europeia.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: asuspiro@observador.pt
Política Económica

A falta de razão de Dijsselbloem

Luís Aguiar-Conraria

Como mostra o livro Poupança e Financiamento da Economia Portuguesa, a responsabilidade pelo endividamento externo é do Estado e das empresas; as famílias viveram dentro das suas possibilidades.