Logo Observador
Fogo de Pedrógão Grande

Príncipe Aga Khan doa 500 mil euros para ajudar vítimas do incêndio de Pedrógão

18.420

O Imamat Ismaili, sede mundial da Comunidade Ismaelita, vai doar meio milhão de euros para ajudar as vítimas dos incêndios na zona de Pedrógão Grande.

Aga Khan e Rui Machete, em 2015, na assinatura do acordo entre a República Portuguesa e o Imamat Ismaili para o estabelecimento da Sede formal do Imamat Ismaili em Portugal

AKDN / Gary Otte / akdn.org/pt

O Imamat Ismaili — sede mundial da Comunidade Ismaelita — vai doar meio milhão de euros para ajudar as vítimas dos incêndios na zona de Pedrógão Grande. A verba será entregue já nos próximos dias no Ministério da Solidariedade e Segurança Social, apurou o Observador.

O príncipe Aga Khan também já ligou esta tarde ao Presidente da República para apresentar condolências às famílias das vítimas e a sua solidariedade para com o governo.

Na mesma ordem de grandeza, também o Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian anunciou este domingo a constituição de um fundo com uma dotação inicial de 500 mil euros. Mas já houve mais particulares e instituições a disponibilizarem ajuda como, por exemplo, a Cáritas doou para já 200 mil euros, a Associação Mutualista Montepio 150 mil e, por exemplo, o treinador André Villas-Boas vai ajudar com 100 mil euros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mcarrico@observador.pt
Governo

O Verão quente do primeiro-ministro

Manuel Villaverde Cabral
340

Os altos princípios do PCP e do Bloco são apenas para a televisão. Não alteram em nada a fidelidade canina da extrema-esquerda ao poder que conquistaram graças ao oportunismo constitucional do PS. 

Crónica

A estranha geração dos adultos mimados

Ruth Manus

O fato de termos sido criados com cuidado e afeto pelos nossos pais, começou a confundir-se com uma espécie de sensação de que todos devem nos tratar como eles nos trataram.