Logo Observador
Fogo de Pedrógão Grande

O “inferno” de Pedrógão Grande em 32 capas de jornal

377

De Espanha aos Estados Unidos, do Irão à África do Sul, do Brasil a El Salvador. E Portugal, claro. O incêndio de Pedrógão Grande está nas primeiras páginas de jornais em todo o mundo.

O desportivo espanhol Marca presta homenagem às vitimas do incêndio de Pedrógão Grande no próprio nome, o salvadorenho El Diario de Hoy cita os sobreviventes, o The New York Times publica uma imagem da devastação na Nacional 236.

A imprensa internacional, que continua a acompanhar a situação nas edições online, não ficou indiferente ao incêndio que custou a vida a mais de 60 pessoas este fim de semana em Portugal. Os jornais britânicos foram os únicos a não tratar o assunto, pelo menos nas respetivas primeiras páginas: o fogo que vitimou 58 e destruiu um edifício habitacional na zona noroeste de Londres na madrugada da passada quarta-feira continua a preencher as capas.

Os jornais portugueses estão de luto.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: tpereirinha@observador.pt
Governo

O Verão quente do primeiro-ministro

Manuel Villaverde Cabral
340

Os altos princípios do PCP e do Bloco são apenas para a televisão. Não alteram em nada a fidelidade canina da extrema-esquerda ao poder que conquistaram graças ao oportunismo constitucional do PS. 

Economia

Viva o turismo

João Marques de Almeida

Os “novos aristocratas” acham que têm privilégios especiais. Passam a vida inteira a viajar, mas nunca são turistas. As massas da classe média viajam pouco, mas se o fazem são logo turistas detestados