Depois de quatro anos de pesquisa, o primeiro smartphone desenhado pela Amazon chegou: chama-se Fire Phone. O telemóvel foi apresentado esta quarta-feira pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos, num evento em Seattle, nos Estados Unidos. “É o único smartphone que permite ter todo o mundo Amazon na palma da sua mão”, explica o fundador no site da empresa e anuncia o acesso a “33 milhões de canções, aplicações, filmes, programas de televisão, revistas e livros.”

Eis as principais características do aparelho:

  • Ecrã de 4,7 polegadas, 2,2 GHz de processador quad-core e dois gigabytes de memória RAM.
  • Para já, o Fire Phone está disponível numa versão com 32GB de memória e outra com 64GB.
  • Está equipado com o serviço Firefly, que permite identificar produtos, canções ou programas de televisão, usando apenas a câmara do telemóvel, e depois adicioná-los ao “carrinho de compras”
  • Tem “perspetiva dinâmica”, um efeito 3D nas imagens
  • Tem cinco câmaras: uma na parte de trás e quatro câmaras frontais, para detetar os locais em que o utilizador se encontra. Cada câmara tem infra-vermelhos para garantir que o efeito 3D funciona mesmo em locais com pouca luz.

O preço varia de 199 dólares (147 euros) a 649 dólares (478 euros). Nos Estados Unidos, o Fire Phone é um exclusivo da AT&T, multinacional americana de telecomunicações, com quem os americanos terão de fazer um contrato de dois anos. Quem quiser o telemóvel desbloqueado terá de pagar o valor mais alto. O aparelho inclui também o serviço Kindle, que permite aos utilizadores aceder a mais de 500 mil livros de forma gratuita. A Amazon lançou um video onde é possível ver vários utilizadores a experimentar o telemóvel.

Para os que ficaram tentados a comprar: o Fire Phone só está disponível a partir de 25 de julho, mas as pré-encomendas já podem ser feitas, por enquanto, só nos EUA. Ainda não há uma data indicada para a chegada do telemóvel à Europa.