A seleção portuguesa de futebol é uma verdadeira especialista nos segundos jogos em fases finais de grandes competições, com vitórias em nove dos 11 disputados, incluindo os últimos oito.

O empate a um com a Espanha, no Europeu de 1984, e o desaire por 1-0 com a Polónia, em 1986, foram as “longínquas” exceções, sendo que, em matéria de golos, o registo luso também é “esmagador”, com 27 golos marcados e apenas cinco sofridos.

Em exclusivo em Mundiais, Portugal venceu quatro dos cinco encontros pós estreia, o primeiro em 1966, um expressivo 3-0 à Bulgária, com Eusébio a marcar o primeiro dos seus nove golos da competição, rumo ao título de melhor marcador.

Depois, em 1986, o avançado polaco Wlodzimierz Smolarek selou o único desaire luso, apontando também, ao malogrado Damas, aquele que foi o único tento que Portugal sofreu nos diversos segundos jogos em Mundiais.

O segundo triunfo aconteceu em 2002, com Portugal a vingar-se, com juros, dos polacos, que goleou por 4-0, com um “hat-trick” puro de Pauleta, aos 14, 65 e 77 minutos, e um tento do suplente de luxo Rui Costa, aos 87.

Quatro anos depois, na Alemanha, o adversário foi o Irão e Portugal venceu por 2-0, selando, desde logo o apuramento para os oitavos de final, com tentos do luso-brasileiro Deco e de Cristiano Ronaldo, de grande penalidade.

Finalmente, em 2010, Portugal conseguiu ao segundo jogo na África do Sul a sua maior goleada de sempre em fases finais, ao “esmagar” a Coreia do Norte por 7-0.

O médio Tiago foi o único jogador luso a “bisar” e Ronaldo também faturou, o seu segundo e ainda último golo em fases finais do Mundial.

No que respeita a campeonatos da Europa, Portugal só falhou o triunfo no segundo jogo na estreia, em 1984, ao empatar 1-1 com a Espanha, depois de ter estado a vencer, com um tento do médio António Sousa.

Nos europeus seguintes, a formação das “quinas” superou sucessivamente Turquia (1-0, em 1996), Roménia (1-0, em 2000), Rússia (2-0, em 2004), República Checa (3-1, em 2008) e Dinamarca (3-2, em 2012).

 

  • Os segundos jogos de Portugal em fases finais:

Mundiais
1966 Bulgária V 3-0 (Vutsov pb, Eusébio, Torres)
1986 Polónia D 0-1
2002 Polónia V 4-0 (Pauleta 3, Rui Costa)
2006 Irão V 2-0 (Deco, Cristiano Ronaldo gp)
2010 Coreia do Norte V 7-0 (Raul Meireles, Simão, Hugo Almeida, Tiago 2, Liedson, Cristiano Ronaldo)

Europeus
1984 Espanha E 1-1 (Sousa)
1996 Turquia V 1-0 (Fernando Couto)
2000 Roménia V 1-0 (Costinha)
2004 Rússia V 2-0 (Maniche, Rui Costa)
2008 República Checa V 3-1 (Deco, Cristiano Ronaldo, Ricardo Quaresma)
2012 Dinamarca V 3-2 (Pepe, Hélder Postiga, Varela)

Balanço: J V E D GOLOS
Mundiais 5 4 0 1 16-1
Europeu 6 5 1 0 11-4
Total: 11 9 1 1 27-5