Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A feira de invenções que invadiu a Casa Branca no final do mês de junho, Maker Faire, chega a Lisboa a 19 de setembro. Os geeks, empreendedores ou curiosos que queiram saber mais sobre inovação, internet e tecnologia podem concorrer ao evento de três dias a partir desta quinta-feira.

A iniciativa é promovida pelo Sapo, Ciência Viva e pela Câmara Municipal de Lisboa e visa fomentar o trabalho desenvolvido por makers, ou seja, por entusiastas de tecnologia, artesãos, mecânicos, cientistas ou curiosos numa óptica de Do It Yourself (DIY), “faça você mesmo”. Para concorrer, os makers têm de apresentar um projeto próprio, diferenciador, que envolva uma técnica de construção ou fabrico ou reaproveitamento de materiais, por exemplo.

As candidaturas vão ser avaliadas por um grupo de curadores e empreendedores, de onde se destaca André Almeida, cofundador da Artica, Celso Martinho, cofundador do Sapo, Filipe Valpereiro, fundador da InMotion, empresa que promove e vende open-hardware, Francisco Mendes, criador da primeira impressora 3D em Portugal, Hugo Silva, cofundador do Plux, empresa que opera no campo dos dispositivos médicos para cuidados de saúde, Mário Saleiro, cofundador do eLab Hackerspace e  Maurício Martins, fundador da Leds&Chips e da DVPT, empresa online que presta serviços de computação física e eletrónica.

O Lisbon Mini Maker Faire vai decorrer no Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, terá palestras e workshops para os participantes, nos quais podem partilhar informação e conhecimento. Os projetos seleccionados para participar naquela que é considerada a feira de invenções mais conceituada do mundo serão apresentados ao público nos dias seguintes, 20 e 21 de setembro.

A Maker Faire é um evento norte-americano, originário de San Mateo, na Califórnia. Em maio de 2014, ocorreu a nona edição da feira, que contou com mais de mil participantes e 120 mil visitantes e, um mês depois, foi a vez de a Casa Branca receber a primeira White House Maker Faire. Para Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, este tipo de projetos são exemplos da revolução que está a acontecer na indústria americana, que vai permitir a criação de mais indústias na próxima década, referiu durante o evento.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR