Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Era um dos trunfos na manga. E resultou. William Carvalho já tinha sido assediado. E logo pelo Benfica. Por isso, Aurélio Pereira interveio. Mas com uma ajudinha. Primeiro, o responsável pelo departamento de recrutamento do Sporting perguntou a William qual era o seu jogador preferido do Sporting. Depois, recebeu uma chamada e passou-lhe o telefone. Do outro lado estava Nani. E pronto, William ficou convencido quando ouviu a voz do ídolo. Hoje, ele continua no Sporting. E esta terça-feira, foi a vez de Nani lá regressar — e, desta feita, pela voz de Bruno de Carvalho.

No estádio de Alvalade estavam cerca de 8 mil pessoas (número avançado pelo clube). Todas à espera que o treino, aberto ao público, trouxesse uma surpresa. A sessão começou às 17h, mas os presentes tiveram que aguardar mais de uma hora e meia para terem a confirmação. Quando todos os jogadores abandonaram o relvado, apareceu o presidente do Sporting, com fato e gravata vestidos e microfone na mão.

Começou a falar. Disse umas coisas, mas o que interessa ficou para o fim. “Devido a condicionamentos aeronáuticos, o Nani não pode estar aqui”, disse Bruno de Carvalho, arrancando uma mistura entre gritos e aplausos da bancada. Isto aconteceu por volta das 18h40. Às 18h41, surgia mais uma confirmação no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) — “a SPORTING SAD chegou ao acordo com o Manchester United para a cedência temporária, livre de encargos, para a SPORTING SAD do atleta Nani, até ao final da época 2014/2015.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Done deal. Este e outro. O internacional português regressa assim aos leões, de onde saiu em 2007, por 25,5 milhões de euros, mas apenas como moeda de troca. De Manchester vem Nani, e para lá vai Marcos Rojo. No mesmo comunicado, o Sporting confirmou também a transferência do internacional argentino para o United, a troco de 20 milhões. A pronto, o clube de Alvalade receberá 10 milhões de euros, com o restante a dividir-se irmãmente por duas prestações: a primeira será paga a 1 de dezembro, e a outra a 1 de julho de 2015.

https://twitter.com/SportExtraHD/status/501797969327562752

Menos um defesa central, mais um extremo. Nani volta ao Sporting para competir com André Carrillo, Heldon, Diego Capel, Carlos Mané e Shikabala por um lugar nas alas do 4-3-3 de Marco Silva. E chega após cumprir apenas sete partidas a titular na última época, entre os reinados de David Moyes (51 jogos) e Ryan Giggs (quatro jogos) no Manchester United. No total, entre 2007 e 2014, o português esteve em 240 encontros e marcou 40 golos com os red devils. Coisa pouca, já que nunca conseguiu cravar o seu nome à titularidade, nem mesmo após Cristiano Ronaldo sair do clube. Mas talvez muito, tendo em conta o que antes fizeram no Sporting.

Em duas épocas na equipa principal dos leões — primeiro com José Peseiro, depois com Paulo Bento –, o extremo cumpriu 76 jogos com o Sporting, com 12 golos marcados pelo meio. Agora, com 27 anos, está de volta. Ou, pelo menos, está a caminho, como Bruno de Carvalho garantiu. E William Carvalho, agora sim, terá o ídolo por perto.

Documentos