Mais uma lua grande, redondinha e brilhante. Esta é a última noite para ver a super Lua que este ano já nos presenteou duas vezes com o seu aparecimento. Se se esqueceu ou se não tinha o telemóvel à mão para tirar uma fotografia das últimas duas vezes aproveite hoje. É que a próxima oportunidade para registar o momento será apenas em 2028.

Se no dia 10 agosto foi dos que saiu de casa para contemplar o céu, já viu a maior do ano. Embora mais pequena, a desta terça-feira promete não ficar atrás. Mas afinal o que tem de diferente olhar para lua hoje? Por ser uma super Lua vai parecer 14% maior quando vista da terra e 30% mais brilhante.

A melhor hora para ver o fenómeno é às 19h45 (hora de Portugal Continental), nessa altura o satélite vai aparecer no horizonte que se avizinha limpo. Desta forma, não espere que a lua vá alta porque embora seja às 3h38 que ela atinge o seu tamanho máximo deixará de ter objetos para fazer uma comparação em perspetiva. E pode, por isso, menorizar os efeitos.

Se ainda está a aproveitar os últimos dias de praia vai encontrar alterações significativas na maré. A atração gravitacional da lua estará maior e muito mais perto logo as marés – quer alta, quer baixa – também serão muito mais acentuadas.

Em Espanha, o Observatório Astronómico de Almadén e de la Plata está disponível para receber o público que pode usar os seus telescópios e ter uma vista privilegiada. Se é daqueles que abusou da banda desenhada em criança e hoje vive com medo que o céu lhe caia em cima da cabeça, não se preocupe porque a alteração das marés é mesmo a única consequência desta última super Lua.