Na passada segunda-feira a Ryanair anunciou a compra de pelo menos 100 dos novos modelos de avião Boeing, sendo que cada um dos aparelhos permitirá o transporte de 197 passageiros, mais oito do que o número atual. Para quem viaja frequentemente através desta companhia aérea, há uma questão que salta logo à vista: e há espaço para tanta gente?

Quando são cada vez mais frequentes as divergências entre passageiros por causa do espaço existente para as pernas, a Ryanair já veio garantir que a distância entre as filas das cadeiras será maior, graças às cadeiras menos espaçosas dos novos aparelhos e às cozinhas que também verão o seu tamanho reduzido. Apesar de não serem divulgadas medidas exatas, Michael O’Leary, diretor executivo da companhia aérea contou ao Telegraph que o espaço entre as filas será de, pelo menos, 30 polegadas (76,2 centímetros).

A distância entre cadeiras pode ser maior ou menor, conforme a companhia aérea em que se voe. O Telegraph elaborou uma lista com esses dados, mas apenas em relação às companhias britânicas. De acordo com os números apresentados, a companhia que regista uma distância menor é a Monarch, com apenas 71,7 centímetros. Já a que regista a maior distância é a British Airways. O espaço para as pernas pode ir dos 78,7 aos 86 centímetros.

Por cá, nos voos de médio curso da TAP, a distância entre assentos vai desde as 30 polegadas (pouco mais de 76 centímetros), em classe Económica, até às 58 polegadas (147 centímetros) na classe Executiva dos voos de longo curso.