O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) agendou para 9 de janeiro de 2015 a audiência do processo que opõe o selecionador português de futebol, Fernando Santos, à FIFA, anunciou na terça-feira o organismo no seu sítio oficial na Internet.

A FIFA suspendeu Fernando Santos por oito jogos oficiais, depois de o treinador ter sido expulso no jogo entre a Grécia — seleção que orientava na altura – e a Costa Rica, dos oitavos de final do Mundial 2014, realizado no Brasil.

Fernando Santos recorreu para o TAS da pena aplicada pela FIFA, pedindo a suspensão da mesma até que seja proferida a decisão final e o tribunal sediado na cidade suíça de Lausana acolheu o pedido do atual selecionador de Portugal.

Ou seja, o treinador poderá continuar a sentar-se no banco de suplentes da seleção nacional até o TAS se pronunciar e anunciar a decisão sobre este processo. Além do encontro agendado para esta sexta-feira, de qualificação para o Europeu de 2016, contra a Arménia, e frente à Argentina, a 18 de novembro, a Federação Portuguesa de Futebol não tem mais encontros agendados para a seleção nacional até ao final de 2014.