Cerca das 09h30, o PSI20, que incluiu apenas 18 empresas, estava a cair 0,51%, para 5.200,53 pontos, com as 16 cotadas a negociarem em terreno negativo e duas a subir.

As ações do Banif, Galp Energia e PT eram as que registavam maiores desvalorizações, estando a cair respetivamente 2,90%, 1,80% e 1,25%.

Os títulos do Banif, Galp energia e PT estavam a valer 0,0067 euros, 10,93 euros e 1,422 euros, respetivamente.

As ações da Mota-Engil e da Sonae também estavam a recuar mais de 1%.

Já os ‘papéis’ da Impresa e Semapa eram os que maiores e únicas subidas registavam, estando na altura, respetivamente, a subir 2,34% e 0,31%.

As cotações da Impresa e Semapoa estavam, cerca das 09:30, a 0,92 euros e 0,459 euros respetivamente.

Entretanto, as principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, pendentes da publicação das atas das últimas reuniões de política monetária da Reserva Federal (Fed) norte-americana e do Banco de Inglaterra.

Ao nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,2519 dólares, contra 1,2540 dólares no encerramento de terça-feira.

No Reino Unido, o Banco de Inglaterra publica as atas da última reunião realizada no início do mês e após a qual manteve inalterada a política monetária.

Nos Estados Unidos, a Reserva federal norte-americana (Fed) também dará a conhecer as atas da última reunião de política monetária realizada no início do mês, durante a qual decidiu retirar os estímulos económicos tendo em conta a melhoria do mercado laboral.

O barril de petróleo Brent, para entrega em janeiro, abriu hoje em alta ligeira, a cotar-se a 78,50 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,93% do que no encerramento da sessão anterior e depois de na última quinta-feira ter caído para mínimos desde 2011.