De acordo com a informação disponibilizada pela ANA – Aeroportos, três voos previstos para hoje e cinco para terça-feira foram cancelados devido à greve dos pilotos da companhia alemã, que reivindicam a continuação do sistema de reformas antecipadas na Lufthansa e responsabilizam a administração pela greve, realçando “os esforços do sindicato” para alcançar um acordo.

Segundo os dados disponibilizados no sítio oficial da ANA – Aeroportos, os voos de hoje das 12:20, agendados para Frankfurt foram cancelados, assim como aquele previsto para as 14:10, com destino a Munique, ambos com partida em Lisboa.

Já o voo com destino a Frankfurt, e partida do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, pelas 12:35, foi igualmente cancelado.

Os quatro voos, com partida de Lisboa, agendados para terça-feira, nomeadamente o das 06:00 e das 14:10 para Munique e os das 7:10 e das 12:20 com destino a Frankfurt, foram cancelados de acordo com a informação disponibilizada na página oficial.

Também o voo de terça-feira, com partida pelas 6h00, do Porto com destino a Frankfurt, foi igualmente cancelado.

A agência Lusa tentou, sem sucesso, um contacto com o porta-voz da ANA.

A companhia alemã Lufthansa anunciou ter cancelado cerca de 1.350 voos como consequência da greve anunciada pelo sindicato dos pilotos Vereinigung Cockpit, que deverá afetar cerca de 150.000 passageiros.

A greve vai afetar os voos de curta e média distância na Alemanha, mas também as ligações aéreas de longo curso, de acordo com um comunicado divulgado pelo sindicato dos pilotos Vereinigung Cockpit.

A companhia aérea de baixo custo (low cost) da Lufthansa, a Germanwings, não será afetada por esta greve.