“Kicking Out Shoshana”, “Hill Start”, “The Dove Flyer”, “A Place in Heaven” e “Dancing Arabs” são os cinco filmes que vão ser exibidos durante cinco dias, de 11 a 14 de dezembro, no Cinema City Alvalade, em Lisboa.

De acordo com a organização, a cargo da Embaixada de Israel e da New Line Cinemas, os filmes escolhidos representam “uma seleção dos melhores filmes produzidos e realizados em Israel” em 2013 e 2014. Um deles é “Kicking Out Shoshana”, passado na conservadora cidade de Jerusalém. É lá que Ami Shoshan, um jogador de futebol israelita, é forçado por um chefe da máfia a fazer-se passar por homossexual, como castigo por ter seduzido a namorada do mafioso. Shoshan é banido pelos jogadores e adeptos do seu clube mas torna-se um herói para a comunidade gay.

“The Dove Flyer”, também conhecido como “Farewell Baghdad”, passa-se na década de 1950 e é contada por Kabi Amar, um estudante de 16 anos membro de uma família sionista. Quando o seu tio Hazkael é preso, Kabi decide descobrir o seu paradeiro, juntando-se assim ao submundo sionista. A família de Kabi vive num mundo com profundas contradições e relações ambivalentes. Por um lado, têm uma forte ligação ao mundo muçulmano e à cultura árabe, por outro lado, vivem sob o medo de serem deportados do seu próprio país.

A “Halacha”, conjunto de leis religiosas judaicas, permite a troca ou transferência do lugar de uma pessoa no céu. A história de “A Place in Heaven” dedica-se precisamente a este tema. Um jovem oficial, no início do desenvolvimento do Estado de Israel, regressa de uma operação de sucesso. É então que o assistente de cozinheiro do exército lhe oferece um acordo ridículo: fazer-lhe a omelete picante que ele tanto adora mas, em troca, pede-lhe o lugar dele no céu. Mas 40 anos depois, quando o jovem já é um general reformado, a troca absurda torna-se preocupante. O seu filho decide então procurar o cozinheiro e convencê-lo a anular o contrato feito com o pai, para salvá-lo do inferno.

O ciclo pretende “aproximar as culturas portuguesa e israelita, aproximar estas duas realidades mostrando a Portugal os diferentes aspetos da vida em Israel, da sociedade atual, através das diferentes perspetivas dos indivíduos que as compõem. Pretende-se no fundo a descoberta e a partilha cultural”, pode ler-se na página do Cinema City Alvalade. Todos os filmes são legendados em inglês e o bilhete para cada sessão custa quatro euros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR