O secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa, afirmou este sábado, em entrevista à SIC, que o antigo comissário europeu António Vitorino tem “todas as qualidades para poder ser um excelente Presidente da República”. Em entrevista no programa “A Propósito”, de António José Teixeira, Costa sublinhou ser “amigo pessoal” de Vitorino e ter por ele “muita estima e consideração”, mas advogou que a “prioridade” das pessoas nesta fase prende-se com as eleições legislativas e não com as presidenciais.

“Neste ciclo político em que estamos, naturalmente que as legislativas vão ter uma atenção especial”, vincou. Todavia, no que às presidenciais diz respeito, o líder do PS disse que nesta fase o “único candidato que se vê agitado é o dr. Santana Lopes”, o que resulta, concretiza, de o social-democrata ter de “abrir espaço num campo muito preenchido”, com nomes como Marcelo Rebelo de Sousa ou Durão Barroso como putativos candidatos.

“Não compete ao PS escolher candidatos presidenciais. Dou-me por muito satisfeito que todas as sondagens indiquem um perfil convergente, que o próximo PR deve ser um socialista ou alguém da área socialista”, acrescentou também.