A Libéria anunciou hoje que existem apenas cinco casos confirmados de Ébola no país, onde milhares de pessoas morreram na epidemia desta febre hemorrágica que parece próxima da erradicação.

“Temos atualmente cinco casos de Ébola confirmados na Libéria”, declarou o vice-ministro da Saúde, Tolbert Nyensuwah, à agência France Presse.

A pior epidemia desta doença desde que o vírus foi identificado em 1976 causou oficialmente perto de 9.000 mortos num ano nos três países mais afetados (Libéria, Guiné-Conacri e Serra Leoa), embora os especialistas calculem que o balanço real é significativamente mais elevado.

Segundo Nyensuwah, três dos casos encontram-se na capital, Monróvia, e os outros dois nos concelhos de Bomi e Grand Cape Mount (noroeste).

“Isto significa que vamos chegar a zero (casos) se tudo correr bem e se outras pessoas não ficarem doentes noutros locais”, adiantou o vice-ministro.

O anúncio não foi confirmado pela Organização Mundial de Saúde, cujos balanços diferem frequentemente dos países afetados.